Diagnóstico feito há 200 anos pode revelar como o câncer evolui

Em Tecnologia
Diagnóstico feito há 200 anos pode revelar como o câncer evolui

Um equipe de médicos do Reino Unido acredita que amostras histórias deixadas por John Hunter podem dar pistas sobre a evolução dos tumores.

Médicos do Reino Unido querem usar um diagnóstico realizado há mais de 200 anos para desenvolver uma parecer sobre como o câncer evoluiu nos últimos dois séculos.

John Hunter um dos cirurgiões mais influentes da história da medicina, considerado pivô da transformação da medicina em ciência moderna.

No ano de 1786, o médico escreveu sobre o caso de um paciente que tinha um inchaço na parte inferior da coxa. Ele descreveu a ocorrência de um “tumor tão duro como um osso”.

“Parecia ser um adensamento do osso, estava crescendo muito rápido. Ao examinar a parte doente, se descobriu que é de uma substância cercando a parte inferior do osso da coxa, um tipo de tumor, que parece ter origem no próprio osso”, escreveu Hunter em suas anotações.

Segundo o G1, o especialista disse que o paciente começou a piorar gradualmente. “Sua respiração ficou cada vez mais difícil”, registrou.

Sete semanas depois, o paciente do hospital St George morreu e a autópsia mostrou tumores nos pulmões, no coração e nas costelas.

Durante dois séculos, as anotações ficaram preservadas no museu Hunterian Museum, em Londres, bem como amostras de tecidos do paciente referido, que foram guardadas para estudo.

O material, hoje em dia, está sendo bastante estudado por médicos. “Acho que o diagnóstico (de Hunter) é realmente impressionante, e o gerenciamento do paciente seguiu princípios parecidos com o que fazemos hoje”, disse a médica Christina Messiou, do hospital Royal Marsden.

Christina juntou-se com uma equipe de oncologistas que acredita que as amostras históricas podem revelar como o câncer se modificou ao longo dos séculos. Ainda de acordo com o jornal, o estudo visa comparar o material biológico com tumores contemporâneos por meio de análises genéticas e microscópicas. Em seguida, os médicos querem observar se encontram diferenças nos tumores.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

Leia também!

Estado Islâmico leiloa meninas cristãs como escravas sexuais

Estado Islâmico leiloa meninas cristãs como escravas sexuais

Segundo o Daily Mail, existe uma espécie de tabela. Os valores são aproximados, considerando o câmbio desta semana. Rotineiramente,

Read More...
Séries originais da Netflix entram na TV paga

Séries originais da Netflix entram na TV paga

Parceria da plataforma de streaming com canal Paramount foi anunciada nesta quarta. A Netflix passará a ser exibida na

Read More...
MPF processa reitor da UFRJ por ato contra impeachment de Dilma

MPF processa reitor da UFRJ por ato contra impeachment de Dilma

Dirigente é acusado de ‘escolher lado da moeda’ durante afastamento da petista; UFRJ diz que manifestações respeitaram posição do

Read More...

Deixe uma resposta

Menu slide para smartphones