Dilma diz que Temer vai acabar com programas sociais; ele rebate

Por orientação da AGU e pelo medo de panelaços pelo país, a Presidência suspendeu a veiculação e divulgou o vídeo apenas nas redes sociais

Nesta sexta-feira (15), em um discurso duro, a presidente Dilma Rousseff chamou de “traidores da democracia” os defensores do impeachment no Congresso Nacional e acabou citando Michel Temer, que no início da semana declarou, por meio de uma mensagem de voz, que, caso assumisse o poder, o povo brasileiro teria de fazer sacrifícios.

“Peço a todos os brasileiros que não se deixem enganar. Vejam quem está liderando esse processo e o que propõem para o futuro do Brasil. Os golpistas ja disseram que, se conseguirem usurpar o poder, será necessário impor sacrifícios à população brasileira. Com que legitimidade? Querem revogar direitos e cortar programas sociais, como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida”, disse.

De acordo com informações do jornal ‘Folha de S. Paulo’, a presidente ainda disse que Temer quer revogar direitos e cortar programas sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida.

Segundo ela, o grupo do vice-presidente ameaça ainda a educação pública, ao querer “abrir mão da soberania nacional mudando o regime de partilha” do pré-sal e entregando-o “às multinacionais estrangeiras”.

O discurso fez parte de pronunciamento de Dilma, dois dias antes da votação do processo na Câmara dos Deputados; por orientação da AGU e pelo medo de panelaços pelo país, a Presidência suspendeu a veiculação e divulgou o vídeo apenas nas redes sociais. Assista:

Dilma usa ‘mentira rasteira’, diz Michel Temer

O vice-presidente Michel Temer afirmou, na manhã deste sábado (16), que a declaração feita pela presidente Dilma Rousseff, em vídeo, de que ele cortaria programas sociais é “mentira rasteira” e garantiu que manterá os benefícios.

“Leio hoje nos jornais as acusações de que acabarei com o bolsa família. Falso. Mentira rasteira. Manterei todos os programas sociais”, disse Temer em sua conta no Twitter.

No vídeo, Dilma diz que vai “denunciar os riscos dessa aventura golpista”. “Querem revogar direitos e cortar programas sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida”, declara a petista.

Ainda na rede social, Temer escreve que defende a “unificação e pacificação dos brasileiros”. “Não o caos, o ódio e a guerra”.

O vice-presidente ainda afirma seu apoio à operação Lava Jato, que “tem prestado importantes serviços ao país”. “Sou jurista e sei do papel fundamental da Justiça e do MP [Ministério Público] para o avanço das instituições.”

O peemedebista destaca as investigações, pois os governistas afirmam que a operação seria arrefecida se a presidente Dilma deixar o poder.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário