fbpx
Dilma Rousseff deve perder o mandato até 23 de agosto

A Comissão do Impeachment no Senado aprovou um novo cronograma para o processo de cassação da presidente afastada Dilma Rousseff. Pela nova ordem, a última votação deve acontecer no dia 23 de agosto. No dia 9 deve ser votado o parecer em plenário e abre-se um prazo de 48 horas para a última manifestação da defesa, e mais 48 horas para a acusação. Os senadores terão então mais 10 dias para votar o impeachment. Veja como ficaram as datas:

27 de junho: entrega do laudo da perícia

29 de junho: fim das oitivas das testemunhas

6 de julho: depoimento de Dilma Rousseff (previsão)

De 7 a 12 de julho: alegações finais da acusação

De 13 a 27 de julho: alegações finais da defesa

Até 1º de agosto: elaboração do parecer do relator

2 de agosto: leitura do parecer na comissão

3 de agosto: discussão do parecer na comissão

4 de agosto: votação do parecer na comissão

5 de agosto: leitura do parecer em plenário

9 de agosto: discussão e votação do parecer em plenário (maioria simples)

O cronograma foi divulgado pelo senador Ronaldo Caiado, no Twitter:

Novo cronograma para o afastamento definitivo de Dilma Rousseff
Novo cronograma para o afastamento definitivo de Dilma Rousseff
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta