Dilma se cala sobre Delcídio e faz reunião no Planalto

A presidente Dilma Rousseff ainda não decidiu como vai se pronunciar sobre os termos do acordo de colaboração premiada negociado pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que prometeu ao Ministério Público Federal revelar detalhes de como ela e o ex-presidente Lula estão envolvidos em episódios do escândalo do petrolão. Apreensiva, Dilma está reunida com ministros no Palácio do Planalto desde que terminou pela manhã a cerimônia de posse dos novos ministros da Justiça, da Controladoria-Geral da União e da Advocacia-Geral da União.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Ela deixou a cerimônia, após um discurso de 12 minutos em que defendeu a presunção de inocência, sem falar com jornalistas. Até agora, a Presidência da República não se pronunciou sobre o que seu ex-líder no Senado decidiu contar à força-tarefa da Operação Lava Jato.

Ex-titular da Justiça, o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, tentou minar a credibilidade do senador e afirmou que Delcídio “não tem primado por dizer a verdade”. Esse deve ser o tom adotado pelo Planalto. O novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, convocou uma coletiva de imprensa nesta tarde.

Felipe Frazão, Veja, de Brasília

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta