Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Dinheiro falso já havia sido encontrado em propriedade de Mário Calixto

0

Em 2010 uma ação da Polícia Militar de Candeias do Jamary em Rondônia, aprendeu mais de R$ 3 milhões em notas falsificadas e que estavam escondidas em uma das fazendas do empresário Mario Calixto, localizada na zona rural daquele município.

A apreensão se tornou uma das maiores do país naquele ano e foi desencadeada quando um adolescente tentou comprar uma bermuda usando uma nota de R$ 50,00,que ele disse ter achado.

O fato estava sob investigação e vinha sendo severamente apurado em sigilo, sendo desvendado com essas prisões realizadas na operação ocorrida hoje na capital.

Relembre o caso:

Policiais Militares de Candeias do Jamari, a 50 quilômetros da capital, desarticularam no início da noite de quarta-feira (21) uma quadrilha acusada de fabricar e distribuir dinheiro falso na capital e no interior de Rondônia. Oito pessoas acabaram sendo detidas, cinco menores, com idade entre 15 e 16 anos, e dois maiores de idades, identificados como: Josimar C. S., vulgo “Mazinho”, de 20 anos, e Fabrício S., de 21 anos, o bando foi pego em flagrante com cerca de 2 milhões de reais falsificados e um veiculo Fiat/Palio, de cor prata e placa NKB 0817, oriundo da cidade de Trindade, interior de Goiás (GO). De acordo com o Boletim de Ocorrência nº 0643/2010, a chácara pertence ao um empresário da comunicação da capital, Mário Calixto Neto.

A polícia chegou até a quadrilha depois que um homem passou uma nota de R$ 50,00 falsa para uma comerciante no município de Candeias, quando ele teria comprado no comércio uma bermuda. Depois de preso o acusado não teve como manter o bico calado e disse a origem das notas falsas onde à guarnição, comandada pelos sargentos Luiz e Fonseca, se deslocou até uma chácara localizada no Km Três, próximo da linha 45, da hidrelétrica de Samuel, e efetuou a prisão dos acusados juntamente e apreendeu o restante das notas.

Depois da prisão todos os envolvidos foram conduzidos até a UNISP de Candeias durante a apresentação dos conduzidos, um apresentador de um programa policial, conhecido advogado popularmente conhecido como “Águia Azul”, segundo informação fornecida pelo Major/PM Frederico, acabou atrapalhando o trabalho da policia quando também interferiu na reportagem de uma equipe de TV onde ele trabalha no mesmo segmento, fazendo orientações para os conduzidos em não se reportar à imprensa.

Depois de toda a operação os envolvidos foram encaminhados até a carceragem da delegacia onde aguardam detidos as medidas que lei tomará diante do caso, já que se trata de um crime federal e requer mais investigações para esclarecer melhor o caso que ainda requer mais detalhes do caso.

De acordo com descrição do Boletim de Ocorrência nº 643/2010. Os valores totais encontrados se aproximam de um milhão de reais: Em um bueiro localizado na chácara foi encontrada uma sacola com R$ 203.900,00 (duzentos e três mil e novecentos reais) e no interior do veículo Pálio/Fiat o valor de R$ 528.800,00 (quinhentos e vinte e oito mil e oitocentos reais), na residência de um dos menores foi localizado a quantia de R$ 88.700,00 (oitenta e oito mil e setencentos reais). Todo o montante em cédulas de R$ 50,00 (cinquenta reais).

Comentários
Carregando