Diretor da ANS renuncia após denúncias

In Política
Espalhe essa informação

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou na manhã desta quinta-feira que o diretor Elano Rodrigues Figueiredo renunciou a seu mandato no órgão. A Comissão de Ética da Presidência da República entendeu nesta quarta-feira, que Figueiredo não teve conduta ética a omitir em seu currículo enviado ao governo e ao Senado que trabalhou para empresas privadas de planos de saúde, como informou O GLOBO. Ele ocupava o cargo desde o último dia 2 de agosto.
A comissão recomendou sua demissão. Em carta enviada à presidente Dilma Rousseff, na noite de ontem, Elano Figueiredo diz que a Comissão de Ética entendeu, “equivocadamente”, segundo ele, que deveria recomendar sua destituição do cargo.

Com isto, mesmo convicto de que não pratiquei nenhuma irregularidade, seja ética, moral ou legal, penso que o referido pronunciamento torna insustentável a continuidade do meu mandato.

Elano Figueiredo encerra a nota pedindo à presidente que determine as providências legais cabíveis.
Elano Figueiredo omitiu informações em seu currículo enviado ao governo de que atuou na defesa de planos privados de saúde. O Idec e a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) encaminharam uma espécie de dossiê à Comissão de Ética, no qual pediam que o órgão encaminhe a sugestão de exoneração de Figueiredo da diretoria de Gestão da Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Num documento de quatro páginas, encaminhado à secretária-executiva da comissão, Renata Albuquerque Emerenciano, o Idec diz que, do ponto de vista ético, Figueiredo não poderia continuar na ANS por ter omitido informação extremamente relevante em seu currículo, enviado ao Senado.

 

Fonte: Oglobo

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Coluna – Deputados “pró-Maurão” falam abertamente em traição contra o presidente da ALE

Espalhe essa informação Eles querem que Confúcio “feche logo com Acir” para “baixar a bola” do presidente; e ainda,

Read More...

MPT afirma que Greve Geral de sexta-feira é legitima e justa contra Reforma Trabalhista

Espalhe essa informação O MPT ainda reforça sua posição institucional contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos

Read More...
Senadores articulam “meio-termo” para extinção de foro privilegiado

Senado aprova projeto que altera a Lei de Abuso de Autoridade; veja íntegra do texto

Espalhe essa informação O substitutivo, que tinha sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) pela manhã,

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu