Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Diretoria da Ameron recebe novos associados

0

Durante essa semana o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), Francisco Borges, recebeu na Sala de Apoio aos Magistrados no Tribunal de Justiça de Rondônia, os três novos juízes substitutos aprovados no último concurso de ingresso à magistratura. Na ocasião, os novos magistrados entregaram ficha de solicitação de filiação à Ameron.

“Me sinto feliz e lisonjeada por pertencer à uma associação estruturada e defensora das prerrogativas dos magistrados de Rondônia e também por poder contribuir com a sociedade na prestação jurisdicional para que o Tribunal de Justiça do nosso estado continue sendo referência e um dos melhores do Brasil”, revela entusiasmada a Juíza Rejane Gonçalves de Sousa Fraccaro que era servidora de carreira na qual ocupava o cargo de oficial de justiça e foi aprovada no XIX concurso público da magistratura rondoniense.

No encontro o presidente da Ameron, Francisco Borges, falou sobre a estrutura que a associação dispõe, bem como a sede social de Porto Velho com área da piscina, campo de futebol e salão de festas, além das instalações no interior do estado. Ainda durante o pedido de filiação dos novos magistrados, o presidente da associação destacou as festas promovidas na sede, como os jantares temáticos árabe e italiano – oportunidade no qual os associados puderam interagir com colegas, dependentes, familiares e amigos, além de manter contato com outras culturas sem precisar se deslocar do país. Para o novo Juiz-substituto que atuava no Pará antes de chegar à Rondônia, Gleuciaval Zeed Estevão “é gratificante estar associado à Ameron, pois tem uma magistratura pujante e que é referência no cenário nacional, além disso, a vida de associado é importante para a defesa das prerrogativas”.

Movimentos articulados em parceria com a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) como as eleições diretas para o Poder Judiciário e a solicitação pelo ATS (Adicional Por Tempo de Serviço) também foram levados ao conhecimento dos novos associados. “É muito bom pertencer a uma associação que zela pela defesa dos direitos dos magistrados contribuindo para o melhor andamento da justiça rondoniense, a qual está em destaque no cenário nacional”, afirma emocionada a mais nova associada Eugênia Amábilis Gregorius.

Além do presidente da Ameron, Francisco Borges, participaram da entrega da ficha com pedido de filiação dos novos juízes-substitutos, o conselheiro fiscal Dalmo Antônio de Castro Bezerra e os tesoureiros Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Glodner Luiz Pauleto. Os novos magistrados serão lotados na 1ª Seção Judiciária da Comarca de Porto Velho.

Conheça o perfil dos novos associados

Eugênia Amábilis Gregorius
Nascida aos 26 de março de 1984, na cidade de Teutônia-RS. Formada em Direito no Centro Universitário de Lajeado (Univates), atuava como advogada em Porto Alegre. Estudou em 2009 na Escola Superior da Magistratura (Ajuris) e cursou especialização em Processo Civil na Univates.

Rejane de Sousa Gonçalves Fraccaro
Natural de Vitória-ES formou-se em Direito pelo Instituto Luterano de Ensino Superior Ulbra em Ji-Paraná/RO, cursou especialização em Direito e Processual Civil na Fundação da Escola Superior do Ministério Público de Rondônia e na Universidade de Marília-SP, estudou em diversos cursos preparatórios para carreiras jurídicas. Prestou assessoria na Comarca de Ji-Paraná e ainda fez carreira no Tribunal de Justiça de Rondônia como assistente da vice-presidência e atuou como oficial de justiça. Estagiou na Vara do Trabalho de Ji-Paraná; Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil e na 1ª Delegacia de Polícia de Ji-Paraná. Fora de Rondônia, no Rio Grande do Sul, estagiou ainda no Juizado Especial de Porto Alegre/RS.

Gleucival Zeed Estevão
Nascido em 05 de janeiro de 1979. Formou-se em Direito na Faculdade de Rondônia (Faro), especializou-se em Direito e Processual Civil no Instituto Luterano de Ensino Superior Ulbra de Canoas-RS, além de ter participado de cursos de aperfeiçoamento pela Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron) e da Escola Superior da Magistratura do Pará onde atuava como advogado até se tornar Juiz de Direito.

Comentários
Carregando