Dois anos se passaram desde a sentença e escavadeira Bucyrus continua enterrada em um barranco

Equipamento, que trabalhou nas obras do Canal do Panamá, apodrece às margens do Madeira, em Porto Velho

Desde 2013 que o estudante de arqueologia da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) Manuel João Madeira Coelho luta para resgatar a escavadeira New Bucyrus que corre o risco de se perder, caso venha a cair no rio Madeira em função de um desbarrancamento. A máquina, que trabalhou na construção do Canal do Panamá, veio para Rondônia no início do século XX para ajudar nas obras da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e terminou soterrada no início da linha férrea, em Porto Velho.

Em função das mudanças na margem do rio, ocasionadas pelas obras das usinas, a escavadeira reapareceu e desde então diversas pessoas se mobilizaram para tentar salvar a máquina. Manuel Coelho ingressou com uma ação civil pública com pedido de liminar na justiça federal para que o município, estado e União realizassem a retirada e a preservação do equipamento.

Uma decisão do juiz federal Dimis da Costa Braga, do dia 7 de maio de 2015, estabeleceu um prazo de 90 dias para que a máquina fosse retirada do local em que fossem adotadas providências para sua preservação.

Mais de dois anos se passaram, foram impetrados recursos, aplicada multa de R% 50 mil/dia, e mesmo assim nenhuma providência foi tomada para retirar o equipamento, que sofre com o descaso e a falta de responsabilidade das autoridades.

MPF pede à Justiça que prefeitura de Porto Velho comprove a retirada de escavadeira histórica da EFMMMPF pede à Justiça que prefeitura de Porto Velho comprove a retirada de escavadeira histórica da EFMM
Escavadeira continua soterrada e aprodrecendo

A Caterpillar, empresa que fabricou o equipamento, chegou a oferecer uma ajuda de custo para resgatar a escavadeira devido a seu valor histórico, mas a velha ladainha sobre a quem compete a responsabilidade do patrimônio da Estrada de Ferro Madeira Mamoré atrapalhou qualquer tipo de negociação.

A escavadeira foi levada para Rondônia na época da construção da Estrada de Ferro, ela era movida à vapor e é uma das poucas peças existentes no mundo.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário