Dono de bar divulga imagens de furto de garrafa de vodca avaliada em R$ 4,2 milhões

O dono do bar em que uma garrafa de vodca avaliada em US$ 1,3 milhão foi furtada na Dinamarca divulgou nesta quinta-feira (4) imagens de circuito interno que mostram a ação do ladrão.

O policial Knud Hvass disse que, até agora, não se sabe quem roubou a garrafa, considerada a mais cara do mundo, no bar Cafe 33.

A denúncia do roubo foi feita na terça. Ainda não se sabe se o autor forçou a entrada no local ou se ele tinha chave. Nenhum outro objeto foi roubado.

A TV2 informou que a garrafa da vodca Russo-Baltique é feita de 3 quilos de ouro e 3 quilos de prata, com tampa incrustada de diamantes.

A bilionária princesa Regina Abdurazakova, do Cazaquistão, deu várias dicas a produção da nova garrafa, que imita a frente de um carro, criada com muito ouro derretido e diamante

O dono do bar, Brian Ingberg, que tem 1.200 garrafas de vodca, disse a um jornal local que a garrafa tinha o formato de um carro antigo.

Ele afirmou que ela não estava coberta por seguro e lhe tinha sido emprestada por um empresário russo.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta