Dono de lava-jato insere mangueira de ar no ânus de jovem que pode perder parte do intestino

Menino está internado em estado grave na Santa Casa da capital de MS

Um adolescente de 17 anos foi internado em estado grave depois de ter uma mangueira de ar introduzida no ânus durante uma brincadeira em um lava-jato de Campo Grande. O abuso foi denunciado pela família do garoto, que trabalhava no local. Um boletim de ocorrência foi registrado na sexta-feira (3), segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil.

O dono do lava-jato, um jovem de 20 anos, e outro funcionário, de 30 anos, são suspeitos do crime. O menino foi socorrido e deu entrada na Santa Casa na sexta-feira (3).

O garoto passou por cirurgia e foi levado para o leito, mas teve que ser transferido para a área vermelha do hospital na noite de domingo (5), depois de ter rebaixamento de consciência por volta das 21h (de MS). Ele pode perder parte do intestino, segundo o hospital.

‘Brincadeira’
O caso aconteceu por volta das 10h de sexta-feira. A família da vítima disse para a polícia recebeu uma ligação do dono do lava-jato falando que tinha acontecido “uns negócios” com o adolescente e que ele precisava ser levado para o hospital.

Na unidade de saúde, os familiares foram informados que a vítima brincava no local de trabalho com os suspeitos quando o funcionário o segurou e o dono do local inseriu uma mangueira de compressão de ar no ânus do garoto.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga e deve ser investigado por uma unidade especializada.

G1/MS

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta