Doria viaja de ônibus em SP e diz que quer transformar cobrador em motorista

Prefeito quer que empresas capacitem cobradores para se tornarem motoristas. Ele diz que mudança será gradativa e não vai gerar demissão em massa.

O prefeito João Doria (PSDB) pretende acabar com a função dos cobradores nos ônibus municipais de São Paulo. Inicialmente, o projeto será implantado no Rapidão, nome do programa dado pela gestão tucana aos já conhecidos BRTs (Bus Rapid Transit). Na manhã desta segunda-feira (6) após andar em uma linha de ônibus que saiu do Terminal Capelinha, na Zona Sul, e foi até o Terminal Bandeira, no Centro de São Paulo. “É a experiência da vida real”, disse Doria durante a viagem.

Os BRTs serão ônibus biarticulados que circulam nos corredores exclusivos com ar condicionado e wi fi gratuito. O passageiro irá passar o Bilhete Único nas estações de embarque localizadas nos terminais e, por isso, não haverá necessidade de um cobrador dentro do coletivo.

“Gradualmente, com o tempo, é possível que isso venha a ocorrer [extinção do cobrador], mas sem desemprego. Nós estamos solicitando que as empresas capacitem os cobradores para serem motoristas”, disse o prefeito.

Outras gestões municipais anteriores já tentaram acabar com a função de cobrador mas desistiram da ideia após pressão da categoria ou foram impedidas por decisões judiciais.

Apesar da mudança que atinge cerca de 20 mil cobradores, o prefeito garante que não haverá demissão em massa. “Não haverá desemprego. Não faremos isso de maneira repentina, faremos isso gradualmente sem nenhum prejuízo aos cobradores”, afirmou Doria.

O secretário do Mobilidade e Transportes, Srégio Avelleda, disse que estuda desestimular o pagamento em dinheiro no sistema e não descarta a possibilidade de um reajuste na tarifa para o passageiro que paga sua viagem com cédulas ao invés de utilizar o cartão do Bilhete Único. No entanto, ele diz que não há nada de concreto sobre a tarifa diferenciada.

“Só 6% dos usuários pagam em dinheiro. De fato é um número muito baixo e hoje a capilarização do Bilhete Único é muito grande, as pessoas podem comprar e carregar em muitos postos. Nós vamos ampliar essa rede de distribuição do Bilhete Único para diminuir a cobrança em dinheiro porque por várias razões não é conveniente”, declarou Avelleda.

De acordo com o prefeito, o Rapidão será implantado ainda no primeiro semestre deste ano. A linha 6450, do trajeto feito por Doria nesta segunda, deve ser a primeira a receber o Rapidão.

Viagem

O prefeito João Doria chegou ao Terminal Capelinha, na Zona Sul de São Paulo, por volta das 5h30.

Acompanhado pelos secretários de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda, e Comunicação, Fábio Santos, além de assessores e da imprensa, o prefeito pegou a fila antes de embarcar no coletivo. O ônibus partiu às 6h05 rumo ao terminal Bandeira, no Centro de São Paulo. A viagem durou uma hora e 17 minutos e Doria conversou com todos os passageiros, onde ouviu críticas do sistema de transporte público.

“É a experiência da vida real, por isso que nós fizemos isso sem avisar, sem informar ninguém e ouvindo a população e pedindo que pontuem, deem suas notas. De maneira geral o serviço foi bem avaliado, não foi ruim, algumas observações relativas ao horário, a frequência dos ônibus, mas de maneira geral a aprovação foi média 7. Eu tenho perguntado às pessoas pra avaliar de 0 a 10 qual a nota que oferecem para o serviço”, afirmou Doria.

“O que não é ruim, mas pode melhorar. Nós vamos fazer isso outras vezes em outros terminais, fazendo exatamente como faz a população, acorda cedo, fica na fila, pega o ônibus, sentir a vida como ela é, tem o lado bom e o lado difícil”, ressaltou após a viagem.

Além do tempo de intervalo grande entre as partidas dos ônibus, os passageiros também reclamaram do tratamento dos motoristas, mau estado de conservação dos coletivos e limpeza do ar condicionado.

“As saídas dos ônibus normalmente são de 15 em 15 minutos, hoje foi de um em um minuto porque ele [prefeito] está aqui”, afirmou a cozinheira Maria do Carmo de Jesus, que usa a linha de ônibus diariamente. O prefeito disse que anotou as reclamações para providenciar melhorias no sistema.

Fonte: g1.globo

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta