fbpx
Dos executivos, apenas Marcelo Odebrecht permanece preso

Juiz Sérgio Moro disse que “o setor de propinas da empresa” foi desmantelado

Brasília – De todos os executivos da Construtora Odebrecht, apenas o presidente da empresa, Marcelo Odebrecht permanece na cadeia, todos os outros foram soltos e chegaram a receber elogios do juiz Sérgio Moro, que declarou, “o setor de propinas da empresa foi desmantelado”.

A informação é do articulista Matheus Leitão, do G1, que afirmou ainda que Luiz Eduardo da Rocha Soares e Olívio Rodrigues Júnior foram soltos na tarde desta segunda (19), mesmo dia em que a Procuradoria Geral da República protocolou a documentação dos acordos de executivos e ex-excutivos da Odebrecht no Supremo Tribunal Federal (STF).

Os dois haviam sido presos na 26ª fase da Operação, deflagrada em março deste ano, após indícios de que a Odebrecht possuía um departamento responsável por fazer pagamentos de vantagens indevidas a servidores públicos.

O magistrado ainda diz que a situação de ambos é diferente da de Marcelo Odebrecht, já julgado e condenado. Com a saída dos dois, o herdeiro da empresa é o único representante da Odebrecht que permanece preso pela Lava Jato.

Marcelo foi preso em 19 de junho de 2015, na operação “Erga Omnes”, a 14 fase da Lava Jato e já foi condenado a mais de 19 anos de prisão. Com o acordo de delação premiada, ele deve deixar a cadeia em 2018.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta