fbpx
Eletrobras alerta consumidores sobre os riscos das ligações irregulares

Os consumidores que desejarem contribuir com a Eletrobras podem informar os locais com ligações clandestinas ligando para o SAC- 0800 647 0120.

A Eletrobras Distribuição Rondônia realiza constantes operações para identificar consumidores com ligações irregulares ou clandestinas que, além de serem ilegais, põem em riscos à vida de quem as faz.

As fiscalizações são feitas diariamente com identificação das irregularidades por meio da atuação de equipes técnica. Em caso de furto, o fornecimento de energia será suspenso, e será feito boletim de ocorrência (B.O), para que sejam tomadas todas as medidas legais e cabíveis para estes casos.

Em geral, os “gatos” são feitos de forma precária não respeitando as normas de segurança, oferecendo risco de acidentes. Além disso, essa é uma prática ilegal, considerada crime, que pode levar o infrator à prisão de até quatro anos e multa.

Por meio do Projeto Energia+, que conta com recursos na ordem de R$ 25,2 milhões e financiamento do Banco Mundial, a Eletrobras está executando obras de reforma e ampliação de redes de distribuição de média e baixa tensão, para regularizar a energia de moradores em Porto Velho. Com essas obras, os moradores terão instalações elétricas mais seguras com significativa redução dos riscos. O fornecimento de energia terá mais qualidade e confiabilidade sem oscilação de tensão, evitando assim danos em equipamentos elétricos.

Após a correta ligação desses clientes à rede da Eletrobras, eles passarão a receber a fatura de energia e terão direitos de deveres como os outros clientes da Eletrobras.

Os consumidores que desejarem contribuir com a Eletrobras podem informar os locais com ligações clandestinas ligando para o SAC- 0800 647 0120.

Fonte: jornalrondoniavip

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta