O Comando Nacional do Transporte divulgou neste final de semana um vídeo no qual Ivar Luiz Schmidt, um dos líderes do movimento do transporte, convoca os caminhoneiros para um buzinaço hoje (2), com o intuito de “fechar Brasília”. Os caminhoneiros se manifestam contra o recente aumento do óleo diesel, além de pedir a definição de um valor mínimo para o frete.

As manifestações continuam em menos pontos, após a proposta do governo federal ter sido aceita pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Na proposta apresentada, o governo prometeu sancionar sem vetos a Lei dos Caminhoneiros, prorrogar por 12 meses o pagamento de caminhões, conforme o Programa Procaminhoneiro, além de criar, por meio de negociação entre caminhoneiros e empresários, uma tabela referencial de frete.

Nos vídeos divulgados pelo Comando Nacional do Transporte, Schmidt convoca os caminhoneiros a se dirigir aos postos de combustíveis localizados nas proximidades de Brasília, para organizar a logística do buzinaço, prometido para esta segunda-feira, por volta das 18h, na capital federal. “Conclamo todos a fechar Brasília”, disse o caminhoneiro.

Em nota divulgada ontem (1º), a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que o governo vai ampliar a presença das forças policiais para garantir o cumprimento das decisões judiciais e a desobstrução das rodovias, em busca de garantir o direito ao trabalho e o abastecimento da população. No texto, o governo reiterou o compromisso com as propostas anunciadas na semana passada e a disposição para o diálogo.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta