fbpx
Em Vilhena, protesto dos caminhoneiros gera corrida aos postos

Filas quilométricas se formaram durante todo o dia e já começa a faltar gasolina na cidade

A manifestação dos caminhoneiros contra a alta nos preços dos combustíveis deflagrou uma verdadeira corrida aos postos em Vilhena (RO), cidade distante 700 km da capital Porto Velho. As filas começaram pela manhã, quando as emissoras de rádio local começaram a falar que iria faltar combustível na cidade.

No período da tarde, vários postos já estavam sem gasolina e álcool e as filas onde ainda é possível comprar combustíveis estão quilométricas. A explicação é que o combustível em Vilhena vem de Porto Velho, onde chega de balsa pelo Rio Madeira. O etanol vem do Mato Grosso, e todos chegam pela BR 364, que está com bloqueios em vários pontos.

A previsão é que a partir desta quinta-feira os postos estejam todos sem gasolina e álcool, devido a corrida desta quarta-feira.

Filas gigantescas se formaram em vários postos da cidade, e em alguns já não é mais possível comprar nem gasolina e álcool
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta