Emenda de bancada para Porto Velho é reduzida em 50% pelo governo Temer

Governo alega “momento econômico difícil”

Apenas metade dos R$ 132 milhões que foram destinados pela bancada federal de Rondônia serão pagos pelo governo federal este ano, e Porto Velho corre um risco real de perder o restante. O anúncio foi feito pelo coordenador da bancada, deputado federal Nilton Capixaba (PTB) ao prefeito Hildon Chaves (PSDB) nesta segunda-feira pela manhã.

O dinheiro, que deveria ser usado para investimento em asfalto e recapeamento de ruas e avenidas da cidade. Segundo Capixaba, “será preciso traçar estratégias tanto para o desembolso da metade liberada, de R$ 66 milhões, quanto para empenhar a outra metade até o dia 31 de dezembro”.

“Em função do momento econômico que vive o país, metade da emenda de bancada foi contingenciada. Não significa dizer que tenha sido cancelada. Não podemos perde-la de vista. Caso haja uma reação na arrecadação, e temos indicadores para acreditar nisso, vamos usá-la em sua integralidade. Por isso, como coordenador da bancada estou atento e vamos nos esforçar para empenhar o valor restante, isto é, a outra metade dos R$ 132 milhões até o dia 31 de dezembro”, disse o deputado ao prefeito.

A equipe de engenharia da Prefeitura está finalizando os projetos que deverão ser encaminhados à Brasília para a liberação dos recursos. De acordo com a programação aprovada em comum acordo com os membros da bancada federal, R$ 32 milhões serão destinados para recapeamento de ruas e avenidas e o restante para pavimentação asfáltica, inclusive com rede de drenagem.

Segundo o secretário municipal de Obras e Pavimentação, Tiago Beber, com o montante a ser liberado será possível fazer 40 quilômetros de recapeamento e outros cerca de 70 quilômetros de asfalto novo.

O prefeito afirmou que vai acompanhar pessoalmente o desenrolar burocrático da emenda para que seja toda empenhada até o final do ano.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta