Empresa em que Senador Gurgacz é cotista, também deve mais de R$ 220 mil em impostos

Que a situação da maioria das empresas no Brasil atualmente está complicada, não é novidade alguma. Mas quando se trata de homem público, principalmente que é legislador, o bom exemplo tem que ser dado. A empresa Gramazon, na qual o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) possui R$ 260.636 em cotas, avaliadas em R$ 1.216.975,50  (segundo declaração dada por ele à Justiça Eleitoral) não está nesse rol.

Ela possui 13 débitos na dívida ativa da União, conforme demonstra o sistema da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, sendo que desses, o de maior valor, R$ 161.035,56 é previdenciário, ou seja, é débito de INSS.

Além da Gramazon, na qual o senador é cotista, a outra empresa de sua família, Eucatur, deve R$ 732 milhões em multas para o governo federal, conforme PAINEL POLÍTICO revelou na semana passada.

Inscrições da Gramazon na dívida ativa da União
Inscrições da Gramazon na dívida ativa da União
Declaração de bens do senador apresentada à justiça eleitoral em 2014
Declaração de bens do senador apresentada à justiça eleitoral em 2014
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário