Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Empresas da Lava-Jato são as únicas que podem tocar obras de saneamento em RO

0

Decomposição

A prisão da chefe de gabinete do prefeito Padre Franco (PT), de Cacoal, Maria Ivanir, acelera o processo de decomposição política do Partido dos Trabalhadores em Rondônia. Nas últimas eleições municipais, os petistas conseguiram eleger um número razoável de prefeitos, três deles no eixo da BR 364 (Jaru, Cacoal e Presidente Médici). Nas eleições estaduais passadas (2014) o partido definhou a representação parlamentar tanto na Assembleia Legislativa Estadual quanto no Congresso Nacional. Neste último foi reduzida a zero. Com as administrações municipais sob suspeita e o panelaço que ensurdece os ouvidos dos filiados, nas eleições de 2016 a tendência é o PT levar uma sova.

Autofagia

Qualquer pessoa que tem acesso aos bastidores da política local – nem precisa ser jornalista – conhece a forma autofágica com que os militantes do PT tratam uns aos outros. Esse processo de moer reputação é uma herança autoritária dos grupos ideológicos que resistiram à ditadura militar com armas em punho. Nos anos sessenta e setenta as organizações armadas divergiam sobre concepções teóricas, além das táticas em combater os militares e nem nos cárceres se uniam. Não era raro um tratar o outro como inimigo, embora o alvo comum fosse a derrubada do governo estabelecido. Este cabeça chata é testemunha dos últimos anos de chumbo, de como agiam os militantes denominados na época de “foquismo”. De lá pra cá esse processo de autofagia cresceu de forma avassaladora por espaços de poder e, com os desvios conhecidos, transformou o partido nisso que todos conhecem. Não se recupera um animal que come a própria carne pelo simples instinto de sobrevivência.

Derrocada

Embora governando dois importantes municípios, Cacoal e Jaru, o Partido dos Trabalhadores caminha em Rondônia para uma derrota exemplar nas eleições municipais. Com a morte e o afastamento de quadros significativos na criação da legenda, o partido que conseguiu êxitos eleitorais importantes em disputas pretéritas deverá colher um dos piores resultados eleitorais em 2016, caso não haja algo milagroso ou sobrenatural que mude a atual realidade.

Detalhes

O prefeito padre Franco é uma pessoa teimosa que acredita (ou acreditava) apaixonadamente na chefe de gabinete, mas desde o primeiro mandato que existiam queixas contra a fiel escudeira do prefeito. Esta coluna, ano passado, por três vezes, alertou sobre suspeitas que recaíam sobre esta auxiliar do coração do padre. A moça mandava e desmandava na prefeitura e foi o principal motivo de rompimento entre o prefeito e o atual vice. Houve bate boca entre os dois (prefeito e vice) publicamente provocado exatamente por ela (Maria Ivanir). O resultado foi esta operação policial desencadeada pelo Ministério Público para que o padre acreditasse nos pecados da assessora que não são um mero “DETALHE”.

Diferenciadas

As empresas da construção civil de Rondônia estão na iminência de decretar falência em cascata com a paralisação das obras que estavam em andamentos nos municípios. A esperança era a obra de saneamento básico da capital que está para ser iniciada, porém estão impedidas de participar do certame de escolha diferenciada porque o edital exige um capital de 50 milhões de reais e nenhuma delas possui uma carteira poupada com este montante. Já aquelas envolvidas na operação Lava Jato e as que contribuem com as campanhas não terão problemas para vencer o certame.

Explicações

A denúncia feita pelo jornalista Alan Alex sobre uma servidora supostamente fantasma nos quadros do Departamento de Estradas e Rodagens, se confirmada, precisa ser explicada pelas autoridades estaduais. Todos se fazem de mortos e emudecem como se fosse algo comum e rotineiro. Um governo vulgar se notabiliza por achar tudo errado como algo inerente ao sistema. E não é bem assim. Esta coluna tinha a mesma informação e não antecipamos a publicação porque estávamos investigando a indicação. Aliás, estamos ainda na pista já que os vencimentos são atraentes e exigem atributos profissionais específicos.

Milionários

O site Terra trouxe hoje uma reportagem com os governadores estaduais mais ricos do país. Confúcio Moura, governador de Rondônia, aparece entre os cinco que acumularam cifras milionárias. Mas todas devidamente declaradas, segundo o site.

Livro

Meu amigo médico, dublê de escritor, José Odair Ferrari, lança hoje, no Shopping Porto Velho, às 20 horas, a obra Raimundo Vira-Latas Nonato. Vale a pena conferir e adquirir o livro que, entre as páginas 125 a 127, o autor faz um belo tributo ao saudoso jornalista Paulo Queiroz.

Redimindo

A Assembleia Legislativa de Rondônia vai prestar homenagens ao magistrado federal Dimis da Costa Braga e ao Procurador Geral de Justiça Heverton Aguiar. São duas homenagens merecidas, pois o primeiro tem demonstrado compromisso com a cultura e os monumentos históricos rondonienses e o segundo pela primorosa gestão na condução do MPE. O parlamento estadual se redime com a história já que concedeu comendas anteriores a tranqueiras que não mereciam homenagens oficiais.

Comentários
Carregando