Enfermeira aplicou golpe de R$ 360 mil em idosa usando cartão de crédito

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga uma mulher suspeita de aplicar golpes e retirar R$ 360 mil de uma idosa de 74 anos. Por causa de um aneurisma, a aposentada perdeu os movimentos da pernas e contava com o auxílio de duas técnicas de enfermagem, 24 horas por dia. Uma das funcionárias, no entanto, teria usado o cartão da senhora para fazer diversas compras de alto valor.

A família registrou um boletim de ocorrência na 21ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga Sul, na última terça-feira (16), e Fabiane foi detida pela PM no domingo (21). Por causa desses cinco dias, a delegada de plantão entendeu que não houve flagrante – mesmo depois de que a técnica de enfermagem confessou o crime.

Idosa perdeu os movimentos da pernas e contava com auxílio da técnica de enfermagem (Foto: TV Globo/Reprodução)

Além de comprar celulares, bolsas de grifes, joias e notebooks, Fabiane do Nascimento Chaves ainda pagou uma viagem a Salvador para a família, e reformou e mobiliou um apartamento no Riacho Fundo I, diz a polícia. A família da idosa só descobriu a situação quando o vendedor de uma loja entrou em contato, informando que vários telefones celulares tinham sido comprados com o cartão da aposentada.

A funcionária foi indiciada por furto mediante fraude, vai responder o processo em liberdade e, se condenada, pode pegar até oito anos de cadeia. “Espero uma devolução. Espero que alguém reaja e dê uma solução. Pelo menos um castigo, um castigo que doa nela”, apontou a aposentada.

O Conselho Regional de Enfermagem também recebeu denúncia contra Fabiane. O caso será discutido em plenário nesta quarta (24).

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta