fbpx
Enquanto Confúcio fala em “Rondônia Mais Segura”, vigilância pode fechar Central

Enquanto o governo de Rondônia dá início ao virtual “Rondônia Mais Segura”, a Central de Flagrantes, principal delegacia da Polícia Civil do Estado, situada em Porto Velho, literalmente afunda na fossa. Refluxos em todas as privadas causam mau cheiro e espalham bactérias por todo o prédio, onde foi gasto pouco mais de R$ 1 milhão, em uma reforma que levou 5 anos para ser concluída.

Na última terça-feira, o sindicato da Polícia Civil encaminhou um ofício à Vigilância Sanitária solicitando uma vistoria e se for o caso, o fechamento da unidade policial.

Ofício do Sinsepol

Ao mesmo tempo, o governo vem alardeando um novo programa, criado pelas irmãs do governador chamado “Rondônia Mais Segura”, cujo resultado prático é igual a zero.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta