Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Equipes de RO vencem primeiras partidas nos Jogos da Juventude

0

As competições dos esportes coletivos, como futsal, basquete, vôlei e handebol, dos Jogos Escolares da Juventude, em Belém (PA), começaram nesta terça-feira (12). As equipes rondonienses venceram as primeiras partidas de futsal e handebol da categoria. Os torneios coletivos contam com mais de dois mil alunos-atletas de todo o país na cidade-sede dos Jogos da Juventude. A equipe feminina de futsal de Rondônia, formada por alunas da Escola Estadual João Bento da Costa, venceu a partida contra o time da casa, Impacto, por 8 a 1. A vitória com o placar disparado do time pode passar a falsa ideia de partida fácil, mas a equipe saiu atrás no placar por conta do nervosismo de estreia e teve que mudar o estilo de jogo para conseguir a vitória. “As adversárias vieram com tudo para cima, mas acabamos conseguindo a vitória”, explica Giovana Cristina, aluna-jogadora da equipe do João Bento.

Os garotos da Escola Estadual Castelo Branco que formam o time rondoniense masculino de futsal ganharam de virada a primeira disputa contra do Colégio Integral, da Bahia, com o placar de 9 a 8. O treinador do grupo, Robson Duarte, diz que a vitória é resultado da disciplina adquirida no esporte e na escola. “Nada acontece por acaso. O ano inteiro eles treinaram, ralaram e se dedicaram bastante desde o começo. Eles são a prova de que investimento no esporte acaba dando certo”, declara.

No handebol, o resultado não foi diferente. No fim da partida contra o Colégio Estadual Adalberto Valle, de Amazonas, a equipe rondoniense masculina de handebol da Escola Estadual Clarice Lispector, de Rolim de Moura, levou a vitória com o placar de 21 a 18.

O time manteve um ritmo desde o início da partida e conseguiu a virada do jogo. “Não posso dizer que foi um jogo fácil, mas também não tivemos grandes dificuldades. Vencer o primeiro jogo é muito importante e agora poderemos ir mais confiantes para a segunda partida”, acredita o aluno-atleta Asafe Niemeicz.

Comentários
Carregando