Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

‘Esse é meu garoto’, diz pai enquanto filho de 7 anos segura uma cabeça decepada

0

O jovem filho de um jihadista australiano foi fotografado enquanto segurava a cabeça decepada de um soldado sírio, segundo informações do Daily Mail.

Reprodução/Daily Mail

O filho do jihadista Khaled Sharrouf, que não deve ter mais que 7 anos, usa ambas as mãos para levantar a cabeça decepada na Síria

A criança, que teria 7 anos, é filho de Khaled Sharrouf e usa ambas as mãos para levantar a cabeça decepada e posar para a câmera visivelmente desconfortável com a situação.

O pai orgulhoso, um dos terroristas mais procurados da Austrália e suspeito de crimes de guerra, postou a imagem no Twitter na sexta-feira (8) com a legenda “Esse é o meu garoto!”. Essa foto deve ter sido tirada na cidade síria de Raqqa, segundo o The Australian.

Com uma expressão desconfortável no rosto e claramente lutando para segurar a cabeça com as mãos, o menino posa na frente de uma cerca cheia de outras cabeças decepadas. As vítimas são aparentes inimigos do Estado Islâmico, que vem ocupando regiões no Iraque e na Síria.

Vestido com uma camiseta azul, bermuda xadrez, sandálias e um boné, o jovem se veste como se fosse para um passeio de férias ao invés de uma zona de guerra.

O premiê australiano Tony Abbott disse que as imagens destacam a natureza “bárbara” do grupo extremista islâmico, que ele explica estar tentando estabelecer um “Estado terrorista” no Iraque.

“Vemos mais e mais evidências de quão bárbara é essa entidade”, disse ele à ABC Radio. “Acredito que há mais fotografias nos jornais na Austrália hoje do tipo de atrocidades horríveis este grupo é capaz de fazer.”

Abbott também afirmou a disposição do governo australiano em se juntar aos esforços humanitários para fornecer ajuda as dezenas de milhares de pessoas Yazidi e cristãos presos pelos extremistas no Iraque.

O ministro da Defesa David Johnston disse à rádio ABC que ele estava “revoltado” com as imagens e revelou a necessidade de definir leis antiterroristas mais rígidas para conter o terrorismo.

Agências de segurança australianas acreditam que ele deixou o país usando o passaporte de seu irmão em dezembro e prometeram prendê-lo por acusações relacionadas a terrorismo, caso ele volte, revelou o Metro News UK.

As fotos apareceram depois de revelações de que crianças estão sendo treinados para matar em nome da religião enquanto o Estado Islâmico prepara uma geração de lutadores para livrar o mundo de “infiéis”.

Portal IG

Comentários
Carregando