Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Estado Islâmico explode Arco de Palmira

0

O grupo autodenominado Estado Islâmico destruiu no último domingo (4) outro monumento da cidade antiga de Palmira, na Síria. O Arco do Triunfo da cidade foi “pulverizado” por combatentes que controlam a região, segundo a declaração de um ativista morador de Palmira à agência de notícias AFP. Acredita-se que a construção tivesse cerca de 2 mil anos.

Os combatentes do Estado Islâmico já tinham destruído dois templos na cidade antiga em agosto – descrita pela Unesco como um dos mais importantes polos culturais da Antiguidade. O grupo radical islâmico também se engajou ativamente na destruição sistemática de acervos de museus iraquianos e bens de inestimável valor histórico e cultural.

No entanto, apesar de ser vista como “crime de guerra” pelo Ocidente, toda essa destruição parece fazer sentido para o grupo. No oitavo número de sua revista, a Dabiq, o Estado Islâmico diz que vê a herança cultural antiga como um desafio para a lealdade do povo iraquiano ou sírio ao próprio grupo.

Portanto, destruir este patrimônio seria uma forma de rejeitar a “pauta nacionalista” que as estátuas, templos e até a cidades históricas representam. Em um sentido mais amplo, eles se veem motivados a atacar o politeísmo onde quer que esteja e rejeitar a adoração de “ídolos” e dos locais erguidos para tal. Por isso, causa pouca surpresa o fato de o grupo destruir locais ligados à história ou cultura muçulmana xiitas e sufi – e até mesmo a sunitas como eles.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo1

 

Comentários
Carregando