Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Estagiárias são investigadas por brincadeiras na Procuradoria Geral da Fazenda; veja imagens

0

Estagiárias de Direito divulgaram vídeos e imagens nas redes sociais nas quais aparecem fazendo “brincadeiras” nas dependências da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional – PGFN, em Santo André/SP. Outra parte do conteúdo teria sido registrada no Fórum da Justiça Estadual, também em Santo André. Tudo teria sido feito durante o expediente, conforme divulgou o jornal Diário de Ribeirão Pires.

Nas publicações, as jovens aparecem pisando em pilhas de processos e papéis públicos, “deslizando” de um lado para o outro pelo chão, entre outras práticas não condizentes com o trabalho. As postagens foram acompanhadas de comentários nos quais sugerem que não trabalham.

De acordo com o Diário, as jovens que aparecem nas imagens foram identificadas como Vittória Cariatti e Jade Cidade. Veja as publicações abaixo.

As brincadeiras, que pelas datas das postagens vêm ocorrendo há tempos, teriam continuado mesmo com Vittória Cariatti lotada no Fórum da Justiça Estadual em Santo André.

Quando souberam que os fatos estariam sendo apurados, as duas bloquearam o acesso às suas páginas na rede social.

Repercussão

Ao jornal, o procurador da Fazenda Nacional em Santo André, Everton Bezerra de Souza, lamentou o ocorrido e confirmou que o conteúdo postado na internet foi produzido nas dependências da Procuradoria. Afirmou, no entanto, que se trata de casos isolados.

“Lamento profundamente que estudantes universitários – de um curso tão importante e concorrido como o de Direito, tenham atitudes tão infantis e incompatíveis com o que se espera de futuros profissionais do direito.”

A par do ocorrido, o MPF afirmou que já abriu procedimento preparatório (1.34.011.000059/2015-20) para investigar o comportamento das jovens.

Segundo o Diário de Ribeirão Pires, a administração do TRF da 3ª região e da JF/SP, de onde podem ter saído os processos que aparecem nas imagens, serão informadas do caso. Já o TJ/SP informou que a juíza responsável pela unidade onde as últimas fotos foram registradas abrirá procedimento para apuração de irregularidades.

Informativo Migalhas

 

Comentários
Carregando