Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Estilista é picada por carrapato e ela vai parar em uma cadeira de rodas

0

Fine Rees foi diagnosticada há três anos com a doença de Lyme e sofre com fortes tremores, além de precisar de uma cadeira de rodas para se locomover

Fine Rees era uma estilista inglesa com um futuro promissor. Ela era dona de uma boutique de sucesso em Londres, mas todo seu trabalho foi interrompido previamente quando foi picada por um carrapato durante uma viagem para a África do Sul em 2004.

Desde então, ela desenvolveu uma doença inflamatória que transformou completamente sua vida. Há sete anos fica a maior parte dos seus dias na cama, voltou a morar com os pais, precisa de uma cadeira de rodas para se locomover e sofre com fortes crises de tremores. Tudo por conta da chamada doença de Lyme , que é transmitida por um simples  carrapato .

O problema é que, sem o tratamento adequado, o quadro só tende a piorar cada vez mais. E na Inglaterra, onde ela mora, não há nada que os médicos possam fazer por Fine. Ela e os pais já gastaram uma pequena fortuna tentando encontrar alguém que conseguisse encontrar uma solução para o problema.

Amigos tentam, agora, arrecadar dinheiro para conseguir manter Fine nos Estados Unidos, onde encontrou um tratamento que finalmente mostrou alguns resultados positivos.

Evolução da doença

De acordo com sua página no site de financiamento coletivo GoFundMe, por fora, a estilista ainda tenta manter a sua vida glamorosa, mas só poucos amigos próximos sabem como a sua saúde vem se deteriorando rapidamente.

“Ela passou a ter sintomas estranhos em poucos meses. Começou como uma gripe: febre alta e dores nos músculos, articulações e nervos. Depois, ela desenvolveu enxaqueca, passou a perder o equilíbrio e a cair diversas vezes durante o dia. Se tornou muito esquecida, não lembrava nome de pessoas em reuniões, dizia tchau ao invés de oi e não reconhecia pessoas que havia conhecido recentemente.”

Apesar de ter contraído o vírus em 2004, e a sua saúde ter passado a se deteriorar mais rapidamente a partir de 2010, só há três anos Fine conseguiu ser diagnosticada com a doença de Lyme. Infelizmente, agora o problema já afetou seus sistemas imunológico, nervoso e digestivo. Ela também desenvolveu intolerância a alguns alimentos e acabou perdendo muito peso.

Apesar de todo problema que um simples carrapato a causou, os amigos afirmam que Fine tenta manter a alegria e gentileza que sempre demonstrou.

Comentários
Carregando