fbpx
Estudante de 15 anos poderá cursar Direito na UFMS

O estudante Antonio Carlos da Costa Junior, de 15 anos, conseguiu autorização para cursar faculdade de Direito na UFMS. Decisão é da juíza de Direito Daiane Thaís Souto Oliva de Souza, da 2ª vara de Presidente Venceslau/SP, que determinou a emissão de certificado de conclusão do ensino médio para que o vestibulando pudesse se matricular no curso nesta segunda-feira, 17.

O estudante, representado por seu pai, ajuizou ação em face do Estado de SP sob o argumento de que realizou o Enem e se classificou em 19º na Universidade Federal de Três Lagoas/MS. No entanto, por não possuir idade mínima de 18 anos, teve negada a emissão do certificado de conclusão do ensino médio, o que o impediria de matricular-se no curso. Pleiteou, então, o fornecimento do documento para que possa cursar Direito.

Ao analisar a ação, a magistrada afirmou que a aprovação do estudante, por meio do SISU, comprova a existência de capacidade intelectual necessária para que ele prossiga com seus estudos em nível superior, “embora conte somente com 15 anos“. Para ela, a idade “não pode constituir óbice intransponível ao acesso a níveis superiores de ensino, segundo a capacidade de cada um”.

A juíza deferiu, então, a antecipação de tutela, a fim de que o Estado de SP, através de sua Secretaria de Educação, emitisse, em três horas, o certificado de conclusão do ensino médio, sob pena de multa de R$ 50 mil. O prazo foi determinado tendo em vista o fato de que a matrícula só poderia ser realizada até 17/2.

Confira a decisão.

Migalhas.com.br

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta