Ex-BBB Laércio é preso por estupro de vulnerável em Curitiba

O ex-participante do Big Brother Brasil 16, Laércio de Moura, de 53 anos, foi preso e encaminhado à prisão na manhã desta segunda-feira (16) em Curitiba, capital do Paraná, acusado dos crimes de estupro de vulnerável e fornecimento de bebidas alcoólicas a adolescentes, de acordo com o jornal ‘Gazeta do Povo’. O ex-participante do reality show causou polêmica durante o programa por ter sido acusado pela participante Ana Paula e por internautas de ser “pedófilo” e por olhar de forma maliciosa para as participantes Munik e Maria Claudia, as mais novas participantes.

Segundo a delegada adjunta do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) da Polícia Civil, Patrícia Conceição Nobre Paz, o ‘brother’ ainda estaria sendo investigado por outros crimes previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O advogado do tatuador não foi encontrado para comentar a detenção.

A delegada revela ainda que o acusado começou a ser investigado após diversas denúncias realizadas durante o período no qual o programa foi ao ar. “No programa, ele já anunciava algumas práticas duvidosas e recebemos diversas denúncias a nível nacional. A investigação começou sigilosa e discreta, mas prosseguiram a acabamos identificando vítimas”, declarou.

Em sua página no Facebook, internautas descobriram que Laércio tinha fotos de adolescentes seminuas e curtia páginas de supremacia branca, armas e que se chamava de efebófilo (pessoa que tem atração sexual por adolescentes).

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta