Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Ex-marido se mata após fazer família refém em Curitiba

0

Ele chegou a confirmar a rendição, mas acabou se matando com a arma de fogo

Um homem de 42 anos que fazia a ex-esposa e dois filhos reféns em uma casa no bairro Uberaba, em Curitiba, se matou após negociação com o Batalhão de Operações Especiais (BOPE) para a liberação das vítimas, na manhã desta segunda-feira (18).

A negociação do Bope com o homem para que ele se rendesse durou mais de duas horas. Ele chegou a confirmar a rendição, mas acabou se matando com a arma de fogo. As vítimas foram atendidas e passam bem.

A Polícia Militar recebeu a informação de que um homem armado com um revólver mantinha a família em cárcere privado.  “Ao chegar no local, avistamos outro filho do suspeito do lado de fora da residência, o qual confirmou a denúncia e explicou que seu pai tinha se separado há quatro meses e, ao retornar de uma viagem, entrou na casa armado”, explicou o Coordenador de Policiamento de Unidade do dia, tenente Gustavo Ramos Dresch.

Os militares isolaram o local e acionaram a Equipe de Negociação, o Comandos e Operações Especiais (COE) e a Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), subunidades do BOPE, para prestarem atendimento à crise. De acordo com o tenente Otávio Lúcio Roncaglio, que participou da negociação, foram mais de duas horas de conversa com o homem.

“Logo no início da negociação conseguimos a liberação dos filhos dele e continuamos a persuadi-lo a se entregar, garantindo a preservação de sua vida. Parte da conversa foi intermediada pela mulher, mas depois o causador passou a falar com nossa equipe. Ele questionou como seria a rendição, então explicamos sobre os procedimentos técnicos e legais, e que garantiríamos a preservação de sua vida”, disse.

O homem aceitou se render e combinou com os policiais que às 10h30 sairia da casa e deixaria a arma de fogo no chão. “Falamos com ele novamente às 10h16 e ele manteve a palavra. Às 10h28, visualizamos a mulher sair correndo da residência e o ex-marido disparou contra si mesmo, entrando em óbito no local”, complementou o tenente Roncaglio.

O Instituto Médico Legal (IML) e a Criminalística foram acionados para os procedimentos técnicos de investigação. A arma foi apreendida e encaminhada à delegacia da região.

Paraná Portal

Comentários
Carregando