Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Ex-ministra de Dilma vence Alexandre Frota em ação sobre apologia ao estupro

Antes condenada a pagar uma indenização de R$ 10 mil ao ex-ator, Eleonora Menicucci reverteu essa decisão da Justiça recorrendo à segunda instância

0

A ex-ministra de Políticas para Mulheres do governo de Dilma Rousseff, Eleonora Menicucci,  conseguiu reverter, em segunda instância, no fim da manhã desta terça-feira (24), o resultado do processo que sofria do ex-ator Alexandre Frota, que determinou dela o pagamento de R$ 10 mil em indenizações.

Além de comemorar por deixar ser obrigada a pagar a quantia para Frota, Eleonora Menicucci afirmou que a ‘sua vitória não pertence a ela, mas às mulheres’. “Essa vitória não pertence a mim, pertence às mulheres. Essa luta saiu de mim. É da sociedade, das mulheres brasileiras”, afirmou a ex-ministra.

Nesta terça-feira, quando a vitória de Eleonora foi anunciada, manifestantes apoiadores da ex-ministra de Dilma comemoraram em frente ao Fórum João Mendes Júnior, no centro da capital paulista, onde ocorreu a reavaliação do caso.

Ao chegar no local, antes do julgamento, a ex-ministra foi saudada pelos militantes. Em uma reação oposta, Frota, quando chegou ao local, foi vaiado e criticado pelas mesmas pessoas. Em um vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver que o ex-ator numa luta corpo a corpo com um dos manifestantes e teve que ser parado por um policial.

Apologia ao estupro

Eleonora estava sendo processada pelo ex-ator porque, no final de maio e em rede nacional, ela se referiu a ele como alguém que fez apologia ao estupro. A crítica da ex-ministra foi feita depois que o Ministro da Educação, Mendonça Filho, recebeu Frota em uma reunião.

A referência à questão do estupro foi relacionada e uma declaração feita por Frota, anos antes, em um programa de televisão. Na entrevista, em 2014, o ex-ator relatou ter violentado uma mãe de santo, que desmaiou em decorrência da pressão que ele fez em sua nuca durante o ato.

Eleonora Menicucci chegou a dizer, quando foi condenada a pagar R$ 10 mil em indenização, que sua condenação era a “legitimação da cultura do estupro”.

Comentários
Carregando