Ex-ministro José Dirceu é condenado a 23 anos de prisão

O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-ministro da Casa Civil do governo Lula, José Dirceu, a 23 anos e 3 meses de cadeia por corrupção passiva, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro.

É a primeira condenação de Dirceu na Lava Jato. Os crimes foram investigados no inquérito correspondente à Operação Pixuleco.

Em trecho da sentença, Moro diz que o “mais perturbador” em relação a José Dirceu “consiste no fato de que recebeu propina inclusive enquanto estava sendo julgada pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal a Ação Penal 470, havendo registro de recebimentos pelo menos até 13/11/2013”.

“Agiu, portanto, com culpabilidade extremada, o que também deve ser valorado negativamente.”

A força-tarefa comprovou que o ex-ministro recebeu mais de R$ 15 milhões em propinas por contratos de fornecedores da Petrobras, especificamente com a Diretoria de Serviços, comandada por Renato Duque.

Os repasses foram feitos por Milton Pascowitch, também condenado.

Confira aqui a íntegra da sentença.

O Antagonista

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário