Ex-mulher do governador da PB derruba portão ao invadir granja oficial, diz polícia

Advogado de Ricardo Coutinho diz que foi registrada queixa por dano ao patrimônio público. Pâmela Bório afirmou que não conseguiu pegar o filho na residência oficial do governador

A ex-primeira dama da Paraíba Pâmela Bório derrubou um portão ao invadir a granja do governador Ricardo Coutinho (PSB), na noite de quinta-feira (22), segundo Boletim de Ocorrência registrado pelo policial militar que estava de plantão no local. O advogado de Ricardo, Sheyner Asfora, informou que foi registrada a queixa por dano ao patrimônio público.

A jornalista postou em rede social que não conseguiu pegar o filho na residência oficial do governador, em horário determinado. Pâmela confirmou à TV Cabo Branco que derrubou o portão, mas que fez isso porque, ao entrar e não ver o filho (na granja), ficou com medo de retaliações e acelerou o carro.

De acordo com o boletim de ocorrência, Pâmela Bório chegou ao local buzinando constantemente. O policial militar que estava de plantão, que registrou o BO, teria sinalizado para a ex-primeira dama parar o veículo, mas ela não obedeceu e avançou em direção ao portão, “abrindo-o e danificando o cadeado”. O policial ainda conta que “ao sair do interior da granja com o veículo em alta velocidade, bateu na pilastra”.

A ex-primeira-dama estava em um evento político, em Campina Grande. Conforme contou nas redes sociais, após o encontro, ela teria ido buscar o filho na escolinha de futebol, mas foi informada que ele já teria ido para casa. Imediatamente, procurou os auxiliares do governador e como não recebeu retorno, foi até a Granja Santana para tentar buscar o filho no prazo limite.
Pâmela explicou nas redes sociais que tem apenas as terças e quintas-feiras para estar com o filho, até às 20h, com tolerância de mais uma hora.

Em nota, o advogado Sheyner Asfora, que representa o governador Ricardo Coutinho, informou que a ex-primeira dama, “dirigindo o seu próprio veículo, forçou e quebrou o portão de acesso da Granja Santana, seguindo, dessa forma, para o interior da residência sem qualquer autorização e colocando em risco a segurança daquele ambiente governamental”.

De acordo com o advogado do governador da Paraíba, o boletim de ocorrência foi registrado e “será objeto de apuração/responsabilização – através de processo-crime – a ser conduzida pelo Poder Judiciário paraibano”.

Com G1

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário