Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Ex-namorada de filho de Bolsonaro participa de ato pró-Lula em BH

Patrícia é ex-militante do Partido Social Cristão (PSC), mas largou o partido depois de denunciar o deputado federal Marco Feliciano (PSC) por assédio

0

A ex-namorada do deputado federal, Eduardo Bolsonaro, Patrícia Lélis está na praça da Estação para acompanhar o ato de encerramento da caravana do ex-presidente Lula por Minas Gerais.

Patrícia é ex-militante do Partido Social Cristão (PSC), mas largou o partido depois de denunciar o deputado federal Marco Feliciano (PSC) por assédio.

“Eu sempre tive muito contato com pessoas da elite, só depois que me envolvi com a esquerda que pude conhecer mesmo quem é realmente o povo brasileiro. Aqui há discussões sobre feminismo e suporte às mulheres, na direita não existe nenhum apoio em defesa das causas de igualdade de gênero” disse Patrícia , que se filiou ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Ela vai se candidatar a deputada federal pelo Distrito Federal em 2018.

Polêmica

Antes militante da direita cristã, após o caso Patrícia passou a militar na esquerda e se tornou feminista.

A investigação da denúncia de assédio contra Feliciano terminou com Patrícia sendo indiciada por chantagem, já que a polícia civil concluiu que ela teria mentido sobre as denúncias.

Ela também denunciou que estava sendo ameaçada pelo ex-namorado Eduardo Bolsonaro, depois que fez uma postagem elogiando seu novo companheiro, um médico cubano.

Fonte: otempo

Comentários
Carregando