Ex-presidente da ALE nega favorecimento à empresa aérea, “nunca voei nem deixei ninguém voar”

Hermínio Coelho rompeu contrato que era mantido por gestões anteriores

O deputado estadual Hermínio Coelho, ex-presidente da Assembleia Legislativa, declarou a PAINEL POLÍTICO que “nunca voou nos aviões da companhia Jacaré Taxi Aéreo, nem deixou que nenhum deputado voasse”. De acordo com o parlamentar, que foi acusado pelo Ministério Público de Rondônia de pagar irregularmente um contrato de locação de aeronaves, logo no terceiro mês em que assumiu a presidência, ele determinou o cancelamento, “nunca achei justo que deputado ficasse voando de jatinho de um para o outro com dinheiro público”, declarou.

O contrato com a empresa Assis AeroTaxi Ltda (Jacaré Taxi Aéreo), havia sido firmado na gestão do ex-deputado Neodi Carlos, que presidiu a Casa por quatro anos, foi mantido pelo ex-deputado Valter Araújo, que foi preso em 2011 e afastado. Hermínio Coelho era seu vice e assumiu, cancelando o contrato em seguida, “cancelei logo no início, achava um absurdo, agora pela manhã estou requisitando da Assembleia um extrato de pagamentos, porque tenho quase certeza que não fiz nenhum, isso chegou a me criar problemas, já que o contrato da empresa era antigo”.

Hermínio Coelho se disse “surpreso”, por ter seu nome envolvido na chamada Operação Overbooking, que o Ministério Público afirmou ter deflagrado na última quinta-feira e mais ainda por ter seus bens bloqueados, “não tenho patrimônio, tenho uns troquinhos no banco que vou lá agora pela manhã para saber se o juiz bloqueou, porque vai me fazer falta”, alegou o deputado.

Segundo a denúncia do MP, a empresa era contratada para fazer deslocamentos aéreos de parlamentares, e no entanto, inúmeros voos devidamente cobrados e pagos pelo poder público não foram realizados, causando enorme prejuízo ao erário.

Os pagamentos, supostamente fraudulentos e irregulares, somariam aproximadamente três milhões de reais, de acordo com o MP.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta