Ex-procurador e ex-ministro depõem em inquérito sobre áudio da JBS

O ex-procurador Marcelo Miller e o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo prestaram, nesta semana, depoimento à Polícia Federal para esclarecer as polêmicas gravações que levaram à prisão os delatores da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud. A informação é da revista Época. No áudio em questão, o empresário e o executivo afirmam que Miller teria facilitado a delação deles junto ao então procurador-geral da República Rodrigo Janot e citam ainda a tentativa de grampear e delatar ministros do STF.

No depoimento, Miller isentou Rodrigo Janot e afirmou que não comunicou a ninguém da PGR sobre suas conversas informais com executivos da JBS antes da publicação de sua exoneração. Já o ex-ministro José Eduardo Cardozo confirmou que teve um jantar com Joesley e Saud, mas disse que não poderia detalhar o teor da conversa porque estava protegida pelo sigilo cliente-advogado, já que na ocasião foi consultado sobre uma possível contratação.

O depoimento faz parte do inquérito aberto para investigar os possíveis crimes cometidos pelo ex-procurador e o ex-ministro. O inquérito deve ser enviado na próxima semana à atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, com pedido de prorrogação de prazo, já que ainda há depoimentos e outras diligências pendentes. Será a primeira vez que Dodge vai se manifestar sobre uma investigação que pode atingir seu antecessor Rodrigo Janot.

Fonte: metropoles.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta