Ex-secretário de Confúcio foi detido embriagado na madrugada dirigindo carro oficial e MP mandou arquivar denúncia por não ver “ato de improbidade”

George Braga foi denunciado ao MP, que arquivou

O ex-secretário de Planejamento de Confúcio Moura, George Braga ficou conhecido por suas proezas etílicas com carros oficiais. Em 2015 ele foi detido, por volta das 3 horas da manhã, totalmente embriagado em uma camionete do governo. O caso foi parar no Ministério Público que em 2016 arquivou a denúncia contra o então secretário alegando que ele “não cometeu nenhum crime de improbidade”. Ele teria repetido o feito em pelo menos duas outras ocasiões e escapou ileso. Realmente, a turma do Confúcio não vai fazer a menor falta. Tivemos acesso a resposta do MP à denúncia. CLIQUE AQUI para baixar.

Dizia o BO

Consta que no dia 30/10/2015 por volta das 03h30min (madrugada) uma viatura da Polícia Militar se deparou com uma caminhonete Hillux andando de forma estranha e em atitude suspeita, abordaram tal veículo e após muito tempo de diálogo, conseguiram que o motorista da caminhonete saísse do veiculo e estava claramente com sinais de embriaguez (desorientado, fala arrastada, olhos avermelhados, capacidade psicomotora comprometida e exalando forte odor de álcool), sendo que após pedir os documentos do automóvel e pessoal, foi entregue somente o pessoal, fato que ensejou revista no veículo, onde encontrou além de uma cerveja, o documento do veículo: Toyota Hillux, placa NDK 9066, cor prata, veículo pertencente a frota oficial do Estado de Rondônia (salienta-se que tal placa não está cadastrada no sistema de pesquisa do DETRAN, visto que tal situação ocorre para que autoridades façam valer de ¿placas de segurança¿/placa fria).

LEIA A ÍNTEGRA DA COLUNA PAINEL POLÍTICO, DE ALAN ALEX E FIQUE POR DENTRO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE RONDÔNIA

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário