fbpx
EXCLUSIVO: Veja a denúncia protocolada contra esposa do Chefe da Casa Civil no MP

Lumiar, da esposa de Emerson Castro é denunciada por tráfico de influência e favorecimento

Brasília – Foi protocolado no Ministério Público do Estado em 10 de janeiro deste ano, denúncia contra a empresa Lumiar, que pertence a esposa do secretário Chefe da Casa Civil do governo de Rondônia, Emerson Castro. A informação foi antecipada pela coluna PAINEL POLÍTICO.

A denúncia também foi encaminhada ao Tribunal de Contas, feita pela empresa Solução, Comércio e Serviços. Nela, o empresário alega ter vencido a licitação para lavagem de roupas da Casa do Ancião, em Porto Velho, em maio do ano passado. O contrato foi homologado em setembro, mas até hoje não foi emitida nenhuma ordem de serviço, porque estaria faltando ser feita uma “vistoria”, que não constava no edital, e que uma série de motivos protelatórios não foi realizada.

NOTA – Contratos da Lumiar acompanham cargos de Emerson Castro

Os serviços de lavanderia da Casa do Ancião são executados atualmente pela empresa Lumiar, que pertence a empresária Binha Rios, esposa do secretário chefe da Casa Civil Emerson Castro. De acordo com o denunciante, “conversas de bastidores da secretaria informam que a secretária, Marionete Sana Assunção manteria uma estreita amizade com Emerson Castro”, e que a mesma estaria protelando ao máximo o chamamento da nova empresa para manter o contrato da Lumiar.

Conheça a Lumiar, a versátil empresa da esposa do Chefe da Casa Civil de Confúcio

A empresa Lumiar mantém contratos com o poder público, coincidentemente por órgãos pelos quais Emerson Castro comandou. Apenas da Casa do Ancião, entre 2015 e 2016 a Lumiar já recebeu mais de R$ 1,4 milhão pela lavagem de roupas.

Essa é a segunda vez que a empresa é denunciada no Ministério Público de Rondônia.

Veja abaixo a denúncia:

Denúncia também foi protocolada no MP
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta