Exercícios físicos praticados pela mãe podem evitar hipertensão no filho

Um estudo da Universidade de Michigan sugere que os hábitos de praticar exercícios de uma gestante podem reduzir as chances de que seu filho sofra com pressão arterial elevada.

_ Verificamos que o exercício pode, de alguma forma, alterar a atividade cardiovascular que ocorre no útero _ disse James Pivarnik, autor da pesquisa.

Esse fenômeno está ligado ao que é conhecido como a hipótese de origem fetal. A teoria sugere que, se algo acontece com a gestante, alterações permanentes podem afetar a saúde do bebê. Foram avaliadas 51 mulheres ao longo de cinco anos.

Os pesquisadores descobriram que a atividade física regular em um subconjunto dessas mulheres, especialmente durante o terceiro trimestre da gravidez, foi associada com menor pressão arterial em seus filhos.

A descoberta foi evidente quando a equipe de pesquisa descobriu que as crianças cujas mães ativas nas frequências recomendadas ou mais altas de exercícios físicos tiveram níveis significativamente mais baixos de pressão arterial sistólica entre oito e 10 anos.

Fonte: ZH

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário