Expedito Netto vota pela MP 712 que trata das ações preventivas contra o Aedes Aegypti

O Deputado Federal Expedito Netto, esteve presente na sessão que discutiu a medida provisória 712, que trata sobre ações que dispõe sobre a adoção de medidas de vigilância em saúde quando verificada situação de iminente perigo à saúde pública pela presença do mosquito transmissor do vírus da dengue, do vírus chikungunya e do vírus da zika; e altera a Lei nº
6.437, de 20 de agosto de 1977.

A MP 712 autoriza o ingresso forçado de agentes de combate à endemias em imóveis abandonados para a execução de ações de combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor do vírus da dengue, febre chikungunya e zika vírus.

Muryllo F. Bastos é advogado, editor do site e Painel Político. Natural de Vilhena.

Deixe uma resposta