fbpx
Família americana abandona pai sem memória nas ruas de outro país

Família americana viajou à Inglaterra para abandonar o homem com demência nas ruas de cidade britânica.

Um homem sem memória encontrado em novembro de 2015 em um estacionamento de Hereford, na Inglaterra, foi abandonado pela esposa e pelo filho depois de viajar com a família de Los Angeles ao Reino Unido, concluíram as autoridades americanas.

No dia 7 de novembro daquele ano, policiais encontraram o idoso sem identidade, vestindo roupas novas. Sem saber informar seu nome e o que fazia ali, o homem foi levado a um hospital e diagnosticado com demência.

A princípio, a polícia restringiu as buscas por familiares à região. Como não havia relatos de desaparecidos com as características do idoso, as autoridades ampliaram as investigações.

Enquanto a Interpol procurava pistas da identidade do homem sem memória, médicos e enfermeiros não desistiam de perguntar ao paciente seu nome. Após inúmeras tentativas, o idoso respondeu uma única vez: “Roger Curry”. Sem saber ao certo se aquele seria o nome dele ou uma referência a alguém do passado, a equipe do hospital passou a chamar o simpático e gentil paciente de Roger.

As investigações se estenderam até as redes sociais, e um post da rede britânica BBC teve uma resposta surpreendente. Uma americana chamada Debbie Cocker postou uma foto de 1958 de um jovem de 18 anos, afirmando se tratar de Earl Roger Curry. Pela semelhança, o rapaz da foto poderia ser o idoso encontrado na Inglaterra.

Em julho, com a confirmação da identidade do paciente, autoridades americanas o levaram de volta para Los Angeles, enquanto investigavam como ele teria viajado para a Inglaterra.

Acusação

Nos últimos meses, autoridades americanas descobriram que Roger embarcou para o Reino Unido na companhia de Mary Curry e Kevin Curry, sua esposa e filho, e acusam a dupla de levá-lo para a Inglaterra e abandoná-lo no país. O caso será julgado em breve pela Justiça dos Estados Unidos.

À rede BBC, Kevin negou o abandono e deu uma versão contestável dos fatos. Disse que, durante a viagem de férias à Inglaterra, o pai adoeceu e ele pediu que um homem o levasse ao hospital, sem explicar por que ele próprio não levou e o que o impediu de procurar pelo pai nos meses que se seguiram.

Fonte: veja.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta