fbpx
Fecomécio-RO participa de videoconferência sobre Economia Laborativa

Raniery Coelho também chamou a atenção dos empresários do setor sobre o alerta feito pelos especialistas quanto ao atraso do Brasil, no segmento, em relação aos chamados países do 1º Mundo.

“Impactos da Economia Colaborativa – Hospedagem”. Esse foi o tema do Seminário realizado pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) esta semana e da qual participou a Fecomércio-RO, e o Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade do Estado de Rondônia (Conetur), na modalidade videoconferência, esta semana.

Empresários do setor hoteleiro de Porto Velho foram convidados para participar do seminário a fim de proporcionar ao segmento maiores informações sobre esse tema atual e que tem gerado polêmica por todo o pais, como é o caso dos impactos que as inovações tecnológicas têm gerado na economia afetando a atividade da rede hoteleira convencional.

O seminário, segundo o presidente do Conetur, Raniery Coelho, também trouxe conceitos detalhados por especialistas como economia colaborativa, economia compartilhada e economia digital. “São conceitos que chamam atenção para uma nova economia que requer do setor de serviços e turismo principalmente no que diz respeito a investimentos em inovação”, disse.

“O Brasil ainda está na segunda revolução industrial, enquanto os países desenvolvidos já estão na quarta. O setor de serviços é a mais atrasada. Temos um grande desafio pela frente para o desenvolvimento do nosso turismo”, finalizou.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta