fbpx

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio-RO) completa na segunda-feira, 28 de março, 33 anos de fundação. Integrante do Sistema Confederativo da Representação Sindical (Sicomércio) e representante máximo das categorias econômicas do comércio do Estado, a Fecomércio-RO completa mais um ano com uma extensa folha de serviços prestados, sobretudo, ao desenvolvimento econômico.

Parte desse sucesso, segundo o presidente Raniery Coelho, é fruto da dedicação que possui com os colaboradores, e sobretudo, pelo trabalho abnegado de seus 12 sindicatos. “Nossa história é reflexo do trabalho incansável iniciado por outros gestores até os dias de hoje. Planejamos, estabelecemos meta e executamos grandes projetos sempre com olhar futurístico, mas sempre com foco no empresário e no desenvolvimento econômico”, disse Raniery Coelho.

Atualmente, a Fecomércio-RO está priorizando outra atividade econômica, da qual o Estado de Rondônia sempre foi carente: o Turismo. Em parceria com vários empresários do ramo turístico foi fundado em agosto do ano passado, o Conselho Empresarial do Turismo (CONETUR), um colegiado que pensa, de fato, em soluções viáveis economicamente, aproveitando a vocação de suas belezas naturais amazônicas e de seus monumentos históricos.

“Nesses 33 anos, a Fecomércio-RO já vivenciou vários períodos turbulentos na Política e economia do País, mas nunca perdemos o foco. Surgimos na época do Movimento político do Diretas Já! Que clamava por Democracia no País, a renúncia de Collor de Melo, o confisco das poupanças, a transição da Ditadura, enfim, inúmeros períodos recessivos, mas sempre lutamos e sobrevivemos, construindo a cada dia a melhoria econômica do Estado”, disse Raniery.

Raniery citou também algumas ações de indiscutível importância para a economia rondoniense encampadas pela Fecomércio-RO e outras entidades do setor produtivo como a luta pela “Saída do Pacífico”, a instalação da Área de Livre Comércio de Guajará-Mirim, implantação das hidrovias do Madeira e do Guaporé-Mamoré, a viabilização da BR-319 (Manaus-Porto Velho), duplicação da BR-364, o Estatuto da Microempresa, o Simples Nacional, o REFIS (Programa de Recuperação Fiscal), e várias outras vitórias que trouxeram e trazem benefícios ao setor produtivo.

DESENVOLVIMENTO REGIONAL

Atualmente a Fecomércio/RO, através de todos os seus conselheiros e diretores, vem capitaneando iniciativas que visam promover ainda mais o desenvolvimento do Estado. Entre elas destacam-se o alfandegamento do Aeroporto Jorge Teixeira de Oliveira, a concretização da Ferrovia da Soja que interligará Sapezal (MT) a Porto Velho; as providências relativas a acordos e instalações alfandegárias para utilização da “Estrada do Pacífico”, que transformará Rondônia num centro de abastecimento comercial e de serviços.

Raniery Coelho destacou como essenciais cada uma das iniciativas e finalizou agradecendo a todos os colaboradores do Sistema Fecomércio/Senac/Sesc/IFPE pela dedicação e seriedade que atuam em suas funções. Ele também aproveitou para enaltecer o trabalho de todos os conselheiros que exercem suas posições de forma a integrar e fortalecer o Sistema através dos sindicatos.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta