Fecomércio-RO e CDL destacam a revogação da Lei 2.350 pela Câmara Municipal

Raniery Coelho, e a presidente Joana Joanora, da CDL, destacaram as parcerias positivas celebradas em 2016

O presidente da Fecomércio-RO, Raniery Coelho, destacou esta semana a revogação da Lei 2.350/2016 pela Câmara Municipal de Porto Velho. Segundo ele, a Lei iria penalizar os comerciantes da capital, uma vez que iria impor uma obrigação que só traria mais prejuízos ao comércio porque protegeria a inadimplência.

Segundo Raniery, a Lei não foi elaborada de má-fé, mas iria ter um efeito contrário às suas pretensões. “Condicionar o protesto por inadimplência somente com a notificação não seria uma decisão acertada. Isso aumentaria custos e levaria ao aumento da inadimplência em caso do cliente não ser encontrado”, comentou.

Raniery também ressaltou o empenho dos comerciantes, da Fecomércio-RO e da CDL que mobilizaram forças e peregrinaram pelos corredores da Câmara Municipal, semanas antes do recesso parlamentar, conquistando vereadores para que votassem na revogação da Lei com base nos argumentos de prejuízos ao comercio.

“A Fecomércio e seus parceiros conseguiram fechar o exercício 2016 com um grande trabalho de mobilização. Conseguimos avançar em várias negociações com o poder público, após trabalhar em várias frentes. Esperamos manter a parceria com a Câmara e a Prefeitura para que o ano de 2017 seja positivo para a população e o comércio da capital”, finalizou Raniery.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta