Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Felipão reforça confiança em convocados e reedita a “família Scolari”

0

copaEstão escolhidos os 23 jogadores que tentarão conquistar o sexto título mundial da seleção brasileira. Luiz Felipe Scolari divulgou nesta quarta-feira em evento no Rio de Janeiro a lista de atletas que a partir de 12 de junho jogarão a Copa do Mundo. E como era de se esperar, não houve grandes surpresas na relação.

Talvez o único nome que possa ser considerado inesperado é o do zagueiro Henrique, do Napoli, que ganhou a concorrência com os mais cotados Dedé, Réver e Miranda. Nas laterais, Maxwell e Maicon foram chamados, enquanto Rafinha e Filipe Luís ficaram de fora. O meia Lucas e o atacante Robinho também foram preteridos por Felipão.

Veja a lista de convocados:

Goleiros
Julio César (Toronto FC-CAN)
Jefferson (Botafogo)
Victor (Atlético-MG)

Laterais
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Maicon (Roma-ITA)
Marcelo (Real Madrid-ESP)
Maxwell (PSG-FRA)

Zagueiros
Thiago Silva (PSG-FRA)
David Luiz (Chelsea-ING)
Dante (Bayern-ALE)
Henrique (Napoli-ITA)

Meio-campistas
Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE)
Hernanes (Inter de Milão-ITA)
Paulinho (Tottenham-ING)
Fernandinho (Manchester City-ING)
Ramires (Chelsea-ING)
Willian (Chelsea-ING)
Oscar (Chelsea-ING)

Atacantes
Bernard (Shakhtar Donetsk-UCR)
Hulk (Zenit-RUS)
Neymar (Barcelona-ESP)
Fred (Fluminense)
Jô (Atlético-MG)

Base foi formada em 2013

Desde o final da Copa das Confederações, em junho do ano passado, Felipão deixou claro que formava ali não só a base, mas mais de 70% do time que levaria para a Copa do Mundo um ano depois. Inclusive o time titular que deve entrar em campo na Arena Corinthians para a estreia contra a Croácia foi conhecido ali, já na final contra a Espanha.

O treinador declarou mais de uma vez que leva muito em conta a confiança que tem em cada jogador para convocá-lo. Essa relação com os jogadores forma, de certo modo, uma comunhão de família ou uma reedição da “Família Scolari” que existiu na conquista do pentacampeonato em 2002. A confiança pesa, em alguns casos, mais do que o próprio momento vivido por determinado na carreira em seu clube.

Este foi o exemplo de Julio Cesar e Fred. Os dois foram importantíssimos no título do evento teste para a Copa há um ano. Depois disso jogaram pouco. O goleiro, então na reserva do Queens Park Rangers, preferiu atuar na Major League Soccer com o Toronto FC. Já Fred ficou quatro meses sem atuar devido a uma lesão e em 2014 não deslanchou. Os dois nunca estiveram fora da lista do técnico apesar de todas essas circunstâncias.

Nestes 36 dias até a partida de abertura da Copa, Felipão ainda poderá fazer mudanças na lista final caso um dos convocados se machuque. Até dia 13 de maio ele deve enviar à Fifa uma lista de espera com sete nomes. Caso um jogador da lista dos 23 tenha uma lesão e nenhum desses sete seja da posição do contundido, Felipão poderá chamar um outro jogador que não faça parte do grupo de sete pré-convocados.

Os 23 convocados se apresentam na Granja Comary, em Teresópolis, no dia 26 de maio. O local recém-reformado será a casa da seleção brasileira antes e durante a Copa e também de preparação para os amistosos contra o Panamá, dia 3 de junho, no Serra Dourada, em Goiânia, e no dia 6, no Morumbi, em São Paulo, os últimos antes da estreia. Depois da Croácia, dia 12 no Itaquerão, o Brasil enfrenta o México, dia 17, no Castelão em Fortaleza, e Camarões, dia 23, no Mané Garrincha em Brasília. Entre os jogos a seleção voltará a treinar em Teresópolis.

Comentários
Carregando