fbpx
Fies vai ter 150 mil novas vagas e financiará até R$ 5 mil de mensalidade

MEC divulgou nesta segunda detalhes sobre reestruturações do programa; inscrições começaram nesta terça-feira (7)

Ministério da Educação anunciou, na tarde desta segunda-feira (6), que vai abrir 150 mil novas vagas de contratos do Fundo de Financimento Estudantil (Fies), e que vai reestruturar o programa. Mais cedo, a assessoria de imprensa do MEC afirmou que as regras de funcionamento da edição do primeiro semestre devem ser divulgadas em uma edição extra do “Diário Oficial da União” (DOU) nesta segunda.

Mas, em entrevista coletiva realizada em Brasília nesta segunda, o ministro da Educação anunciou que, a partir deste ano, o MEC vai instituir um teto no valor financiamento pelo governo.

Para as novas vagas, o Fies financiará um valor de até R$ 5 mil por mensalidade, com um teto de financiamento de R$ 30 mil por semestre letivo.

O ministro assegurou que a mudança não vale para estudantes que já têm contratos de financiamento vigente.

[signinlocker id=63816][/signinlocker]

O Fies oferece contratos de financiamento de cursos de graduação em universidades e faculdades particulares. Atualmente, o Fies financia cerca de 1,5 milhão de estudantes no Brasil.

[sociallocker id=63807][/sociallocker]

Em janeiro, o governo havia garantido que o número de novos contratos do programa em 2017 seria pelo menos igual ao de 2016, ou seja, no mínimo 220 mil, considerando os dois semestres. No primeiro semestre de 2016, foram abertas 149 mil novas vagas.

Confira o cronograma

  • Inscrições: 7 a 10 de fevereiro
  • Para que serve: Sistema on-line que reúne vagas de financiamento estudantil em cursos de graduação em universidades particulares.
  • Como funciona: Os estudantes que já estão matriculados em cursos de instituições participantes podem pleitear um contrato de financiamento estudantil custeado pelo governo federal. O sistema do Fies pode ser acessado pelo endereço http://sisfiesaluno.mec.gov.br.

Contratos vigentes

O Fies exige que os universitários renovem o contrato a cada semestre letivo, para confirmar ou alterar as informações. Estudantes que já têm contrato de financiamento do Fies podem fazer o aditamento para o segundo semestre de 2017 até o dia 30 de abril.

 No ano passado, cerca de 30 mil estudantes perderam seus contratos do Fies porque eles não foram renovados para o primeiro semestre letivo de 2017. O número representa 2% do total de cerca de 1,5 milhão de contratos vigentes.

Cada contrato de financiamento deve ser renovado (ou aditado) a cada novo semestre. Primeiro, o sistema, chamado SisFies, é aberto para que as instituições insiram os dados sobre os contratos dos estudantes. Depois, o sistema dá acesso aos estudantes, que verificam e validam as informações, para que então o procedimento de renovação contratual seja finalizado.

No caso de aditamentos não simplificados, ou seja, quando algum dado cadastral precisa ser alterado, como, por exemplo, o fiador, o processo tem uma etapa extra: ao acessar o SisFies, o estudante precisa emitir um Documento de Regularidade de Matrícula (DRM) e entregá-lo ao banco que serve como agente financeiro do contrato.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta