fbpx
Follador teria  indicado agente penitenciário acusado de entregar celular a presos para ser diretor

O Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra o agente penitenciário Stanisley de Sena Brito, por corrupção passiva e favorecimento real, que consistiu em promover a entrada de aparelho telefônico móvel, sem autorização, em presídio. No dia 08 de janeiro, o MP obteve a prisão preventiva do servidor público.

A denúncia contra o agente penitenciário foi oferecida pela Promotora de Justiça Joice Gushy Mota Azevedo, diante da existência de testemunhos e provas de que Stanisley de Sena Brito mantinha um esquema de ingresso de aparelhos de comunicação móvel e outros objetos ilícitos na Casa de Detenção de Ariquemes, armazenando tais itens até haver oportunidade de contato com os presos [su_frame align=”right”] [/su_frame]para sua distribuição, em troca de dinheiro.

A Representante do Ministério Público relata que, percebendo uma atitude suspeita do denunciado, agentes penitenciários lotados na unidade gravaram vídeo do servidor público lançando um aparelho celular da laje da Casa de Detenção para o interior das celas 07 e 08, através de aberturas do exaustor.

Conforme o MP sustenta na denúncia, uma testemunha que prestou depoimento na sede da Promotoria de Justiça afirmou ter presenciado o denunciado contando a quantia de R$ 800,00, no alojamento dos servidores.

O Ministério Público ressalta terem havido, à época, inúmeras apreensões de aparelhos telefônicos móveis, realizadas pela direção da unidade.

O agente já foi diretor da Casa do Albergado e a indicação teria partido do deputado estadual Adelino Follador (DEM). Um irmão do agente preso é assessor direto do parlamentar. Stanisley também teve participação ativa na reeleição do governador Confúcio Moura em Ariquemes. Na pagina pessoal do agente preso, é possível encontrar dezenas de referências comprovando a relação entre o parlamentar e o ex-diretor, que permanece preso.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta