Fotos mostram local onde 5 jovens foram mortos a tiros durante festa em RO

Fotos mostram local onde 5 jovens foram mortos a tiros durante festa em RO

Chacina ocorreu durante final de semana em Cabixi (RO). Festa tinha sete pessoas e criminosos pouparam a vida de um garoto de 13 anos e uma jovem de 17.

Cadeira que estava na festa de jovens ainda guarda prato com mandioca cozida (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

Cadeira que estava na festa de jovens ainda guarda prato com mandioca cozida (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

Imagens feitas pelo repórter cinematográfico José Manoel, da Rede Amazônica, revelaram o cenário onde cinco jovens foram assassinados a tiros durante uma festa em Cabixi (RO), a cerca de 800 quilômetros de Porto Velho. O crime ocorreu no final de semana e apenas dois convidados foram poupados pelos criminosos.

No local, ainda há rastros da tragédia que chocou os moradores do município de Rondônia com mais de 6 mil habitantes.
Uma cadeira usada pelos amigos foi achada pelos policiais debaixo da garagem, que fica nos fundos da casa. Em cima dela, um prato com mandioca permanece intocado, pois as vítimas assavam carne no momento do crime para uma festa entre sete pessoas.
Local onde ocorria festa era nos fundos de uma casa, em Cabixi (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

                     Local onde ocorria festa era nos fundos de uma casa, em Cabixi (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

Conforme a Polícia Civil, a festa acontecia normalmente na casa do adolescente Valdair Massaroli, de 17 anos, quando aproximadamente quatro criminosos armados invadiram o local, mandaram todos deitarem de bruços no chão e atiraram no jovem, na tia dele de 23 anos e em mais três convidados.

Sapato foi achado no local onde jovens foram mortos em chacina (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

                   Sapato foi achado no local onde jovens foram mortos em chacina (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

Durante a chacina, os atiradores pouparam apenas a vida de uma adolescente de 17 anos e de um menino de 13 anos.
Para encobrir as marcas de sangue no local onde as vítimas foram executadas, porções de terras foram jogadas em várias partes debaixo da garagem.
No local também foram achadas as panelas usadas no churrasco, a bicicleta de uma das vítimas, um sapato e cigarro aparentando ser maconha.
Panelas que estavam sendo usadas por jovens durante churrasco (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

                      Panelas que estavam sendo usadas por jovens durante churrasco (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

Crime

Os dois sobreviventes da chacina narraram à polícia que no dia do crime, pelo menos quatro indivíduos chegaram em motocicletas, invadiram a residência ainda com os capacetes na cabeça e atiraram nos cinco jovens, após ordenaram que todos deitassem no chão.
Os atiradores executaram as vítimas com tiros na cabeça. Quando deixaram o local, os sobreviventes relataram que saíram correndo em direção ao hospital, que ficava a poucos metros do local, e pediram ajuda.
Jovens foram mortos em Cabixi durante festa no final de semana (Foto: Rede Amazônica)

                               Jovens foram mortos em Cabixi durante festa no final de semana (Foto: Rede Amazônica)

A polícia foi acionada e encontrou os jovens já mortos, deitados de bruços no chão, com perfurações na cabeça. A área foi isolada para o trabalho da perícia criminal, que apreendeu quatro projéteis, quatros estojos e um cigarro aparentando ser de maconha.

Na ocasião, as PMs dos municípios vizinhos de Cabixi fizeram barreiras nas entradas das cidades para tentarem localizar os suspeitos, porém, não obtiveram êxito.
Conforme o delegado que investiga o caso, Rodrigo Spiça, todas as vítimas eram usuárias de drogas e elas já haviam sido detidas por posse de entorpecentes, tráfico e furto.
As cinco vítimas devem ser enterradas nesta terça-feira (4).
Policiais durante visita ao local de festa onde jovens foram mortos (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

              Policiais durante visita ao local de festa onde jovens foram mortos (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

Fonte: g1/ro
Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet