fbpx
Frentista é preso por clonagem de cartões em posto de gasolina do DF

Um frentista de 33 anos foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (13) em um posto de gasolina da Asa Sul, em Brasília. Ele é suspeito de clonar informações dos cartões de crédito dos clientes do local.

O homem trabalhava há oito anos no posto e, segundo a Polícia Civil, ele clonava as informações dos clientes há cerca de um mês. O suspeito também confessou receber R$ 20 por cada cartão que conseguia coletar os dados.

De acordo com as investigações, a máquina que clonava as informações era igual à do posto de gasolina, mas tinha um dispositivo, conhecido como “chupa-cabra” que, além de clonar os dados do cliente, transferia o dinheiro para o caixa do comércio.

A delegada responsável pelo caso, Isabel Moraes, conta que por não haver desvio de dinheiro, o posto não desconfiou da fraude. Ao G1, a delegada disse que a partir da prisão do frentista, “vai ser possível identificar se existem outras máquinas extraviadas sendo utilizadas no DF”.

“A empresa de cartões de crédito nos informou que uma máquina extraviada de São Paulo estava sendo usada em um posto de gasolina no DF.”

Após o contato com a empresa, os policiais foram até o posto e flagaram o momento em que o frentista passava o cartão de um cliente na máquina adulterada. Os policiais identificaram o suspeito, que confessou a clonagem das informações.

Até esta quinta-feira (13), a Polícia Civil investigava os responsáveis por receber os dados para reproduzir os cartões clonados. O frentista foi preso e deve responder por falsificação de documento particular. A pena prevista é de três a cincos anos de prisão.

Fonte: g1.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta