Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Funaro diz a juiz que Temer, Cunha e Vaccarezza receberam dinheiro de propina

Em nota, o Palácio do Planalto negou o envolvimento do presidente no caso e afirmou que Funaro mentiu

0

O doleiro Lúcio Funaro está depondo neste momento na 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília. Funaro responde às perguntas da defesa do ex-deputado Eduardo Cunha, que nega toda a relação de corrupção com Funaro. Cunha acompanha o depoimento sentado de frente para Funaro.

Ambos respondem a acusações sobre suposto esquema de corrupção na Caixa Econômica. Também é investigado nesse caso o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves. Todos estão presos.

Funaro confirmou a participação de Cunha e Henrique Eduardo Alves no esquema e contou que se encontrou com Eduardo Cunha cerca de 780 vezes. Funaro disse que o presidente Micel Temer sabia do esquema e chegou a receber propina em uma negociação para liberação de recursos na Caixa.

Segundo contou, foi acertada, em um quarto de hotel alugado por cunha em Brasília, uma propina de R$ 1 milhão para Cunha, R$ 2,5 milhões para Michel Temer e R$ 1,5 milhão para Cândido Vaccarezza, ex-líder do PT na Câmara. Segundo o delator,  o dinheiro foi pago em doações oficiais e parte em dinheiro, em 2010.

Em nota, o Palácio do Planalto negou o envolvimento do presidente no caso e afirmou que Funaro mentiu outras vezes à Justiça.

Agencia Brasil

Comentários
Carregando