Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Funcionária demitida terá que pagar R$ 80 mil a empresa

0

Uma ex-funcionária de um posto de combustíveis, que havia entrado com ação contra a empresa após ter sido demitida, foi condenada pela Justiça a pagar R$ 80,4 mil à mesma companhia por ter desviado dinheiro quando era a responsável pelo setor de contabilidade. A decisão é do juiz Alex Fabiano de Souza, da 1ª Vara do Trabalho de Cuiabá.
Na ação, a ex-empregada pediu horas extras, verba rescisória por rescisão indireta e danos morais – esse último item porque alegou ter sido humilhada, coagida, pressionada, ameaçada e torturada. Porém, a empresa argumentou que ela foi demitida por justa causa porque fraudava extratos bancários e manipulava números para desviar verba.
Uma das provas apresentadas pela defesa do posto de combustíveis foi um extrato bancário que mostra o lançamento de cheque de R$ 41,9 mil que foi registrado com o valor de R$ 31,9 mil. O magistrado entendeu que a justa causa estava plenamente caracterizada pelas provas apresentadas e negou os pedidos da ex-funcionária.
Após a contestação, a empresa propôs reconvenção – ação contra quem entrou com processo – e pediu ressarcimento do dinheiro desviado. O juiz aceitou os pedidos e condenou a ré a pagar R$ 80,4 mil. O valor foi atribuído de forma provisória, e ainda pode ser alterado.

 

Fonte: G1

Comentários
Carregando