Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Funcultural apresenta programa de investimentos no artesanato local

0

O artesanato local foi tema de audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (20), na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia. Na oportunidade, o Presidente da Fundação Cultural (Funcultural), Marcos Nobre Junior, destacou os investimentos que a Prefeitura de Porto Velho pretende realizar para fomentar o setor.

A audiência proposta pelo Deputado Cleiton Roque, trouxe uma ampla discussão sobe as demandas necessárias para que o artesanato continue gerando renda e emprego para centenas de famílias. ” Economicamente falando os artesãos contribuem de forma significativa para a nossa região, mesmo faltando condições. A ideia é reunir essa classe para dar maior visibilidade, chamar o poder público competente, para amparar mais, dar melhores condições”, justificou o deputado.

A principal queixa dos artesãos é com relação a falta de um espaço adequado para comercialização de produtos, já que com o fim da “Feira do Sol”, em função da enchente ocorrida no ano passado, alguns tiveram que improvisar pontos de vendas e outros, até suspender o trabalho. ” O nosso maior desejo hoje é o retorno da Feira, hoje estamos sem um local apropriado para ficar, parte está na beira do rio, outros na Casa de Cultura Ivan Marrocos, teve até quem teve que permanecer em para casa, sem ter como se manter”, comentou Marlene Rodrigues, da Associação de Artes Culturais Sustentável da Amazônia (Acesa), uma das 30 expositoras que foi prejudicada com o fim da Feira do Sol.

Marcos aproveitou o momento para destacar o recurso disponível na Fundação para investimentos no setor, no momento R$100 mil reais deverão ser aplicados neste segmento. “Hoje marca o início de uma série de diálogos realizados para fortalecer o artesanato. Felizmente, hoje o setor tem potencial, então a Fundação Cultural vai anunciar os investimentos que serão feitos, sentaremos com a classe para definir onde será gasto esse valor, ouvir uma série de demandas existentes”, comentou Marcos, que detalhou que para compensar de certa forma os prejuízos vividos por estas famílias que dependiam da Feira, o recurso deverá ser voltado para aquisição de tendas, entre outros benefícios, inclusive na adequação de um novo espaço para que os expositores possam ser inseridos novamente.

Por Renata Beccária

Comentários
Carregando